Livros, Para Mamães, Para Mamães Gestantes, Reflexões

Livros para mães de primeira viagem

mae-lendo-para-bebe

A chegada de um bebê (principalmente se for o primeiro) transforma completamente a vida dos pais.

E uma das grandes transformações na vida das mães, por exemplo, é a nossa relação com o tempo que, muitas vezes, simplesmente não sobra para que possamos nos entregar ao bom hábito da leitura.

Pensando nisso, selecionamos 10 livros essenciais para ajudar as mamães a lidar melhor com todas as mudanças e surpresas da maternidade, de forma divertida e prática.

Eu e a Mari lemos muitos livros sobre maternidade e educação infantil desde que engravidamos de nossas meninas e como não gostamos da maioria deles (alguns muito chatos, outros muito desinteressantes e a maioria cheia de informações demasiadamente técnicas), a lista abaixo é do tipo “testado e aprovado” , “lidos e relidos”.

PARA GESTANTES

O-que-esperar-quando-voce-esta-esperando

O que Esperar Quando se Está Esperando(Ed. Record)

É um clássico. Tem muitas informações desnecessárias, está organizado de uma forma meio confusa, mas é bem completo e pode ser chamado de “guia”, já que explica, de forma detalhada, o que ocorre com o corpo da mãe e do bebê a cada mês, além de dar inúmeras dicas de alimentação, ginástica, direito e amamentação.

0,,14424236,00

Sua Gravidez, Semana a Semana(Ed. Martins Fontes)

Normalmente, os médicos referem-se à gravidez em termos de semanas (fato que eu custei me acostumar), não de meses ou trimestres. E o bacana deste livro é poder acompanhar as mudanças semanais da mãe e do bebê e comparar os detalhes da evolução gravidez a cada período desses. Além disso, por ter sido escrito por uma médica, as informações são confiáveis e me permitiam, por exemplo, antecipar a leitura das semanas seguintes para já me preparar pra as mudanças que aconteceriam em breve. Outra coisa que eu adorava nesse livro era visualizar o tamanho real do bebê nas primeiras semanas. Depois, claro, a foto não cabia mais na página. (risos).

30e5bp998ailr7xsh5cgelcq0890l

O Bebê Mais Feliz do Pedaço (Ed. Planeta do Brasil)

O Dr. Harvey Karp fala sobre a teoria da extero-gestação e ensina as 5 maneiras de ativar o reflexo da calma no bebê. Tem livro e também um documentário em DVD, vale a pena ter os dois.  A abordagem do Dr. Karp é excelente e dá muito certo!

origens mágicas

Origens Mágicas, Vidas Encantadas – Um Guia Holístico para a Gravidez e o Nascimento“, Editora Rocco.

O médico indiano Deepak Chopra mostra que a gravidez pode ser um período de profundo despertar espiritual e aponta caminhos para transformá-la num tempo rico de amor e de experiências positivas, condição ideal para gerar seres humanos felizes e saudáveis de corpo e mente. É um livro para se conectar com seu interior durante a gravidez, e dar um tempo das leituras “técnicas” sobre o que acontece com o corpo, com o bebê, etc. Muito bom!

PARA MAMÃES

maternidade laura gutman

A Maternidade e o Encontro com a Própria Sombra“, Ed. Best Seller

Pela experiência da Mari, o melhor momento para ler este livro é após o nascimento da criança, porque a psicoterapeuta Laura Gutman fala de sentimentos e reações que não temos como prever durante a gravidez e que só sentimos mesmo no pós-parto. É um livro que toca fundo a psique feminina, falando dos impactos que os filhos têm sobre ela. Laura Gutman tem uma visão acolhedora da puérpera e a leitura vale MUITO a pena!

23731_4

“E Agora, O Que Fazer? A Difícil Arte de Criar os Filhos” (Agora Editora)

O pediatra Leonardo Posternak e a terapeuta familiar Magdalena Ramos dão dicas e orientações para inúmeras situações – desde explicar como é o desenvolvimento psicoemocional dos primeiros três anos de vida e as características de cada fase até o brincar e a escolaridade, passando por todos os pequenos problemas do dia-a-dia de uma criança.

eu era ótima mãe

Eu Era uma Ótima Mãe, até Ter Filhos (Ed. Sextante)

Quem ler o prefácio, vai gostar do livro: “Nossa esperança é sermos capazes de criar ótimos filhos e de nos sentirmos felizes enquanto fazemos isso, o que exige falar sobre o lado bom e o lado ruim da maternidade. Se formos sinceras, talvez nos livremos da idéia de que podemos e devemos fazer tudo. E, se conseguirmos deixar essa fixação de lado, talvez sejamos capazes controlar nossas expectativas insanas.” E o bacana é que esse livro resume a sensação que muitas mães experimentam de vez em quando: a maternidade é um “pouquinho” mais complicada do que elas imaginavam.

livro-travessuras-de-mae

Travessuras de Mãe (Ed. Globo)

‘Travessuras de mãe” mistura delicadeza, dúvidas, bom humor, vontade de acertar, otimismo e amor em um texto sobre o prazer e, muitas vezes, a completa loucura que é criar e educar os filhos. Nas 72 crônicas deste livro, a autora (Denise Fraga!) consegue fazer a leitora rir, chorar e refletir.

101-ideias-para-curtir-com-seu-filho

101 Idéias para Curtir com Seu Filho (Ed. Globo)

O livro é um saboroso manual de dicas para a diversão em família. No cardápio de atividades sugeridas, a simplicidade dá o tom. Consciente de que “fazer junto” é o que mais importa, a autora dispensa idéias mirabolantes, que pressuponham grandes “produções”, gastos elevados ou tempo de sobra. O resultado são muitas dicas que você, realmente, não pode deixar de curtir, junto com seus filhos.

SOBRE “A Encantadora de Bebês Resolve Todos os Seus Problemas” (Ed. Manole)

Quando falamos em livros para mães, logo alguém menciona “A Encantadora de Bebês”, da famosa Tracy Hogg. Eu mesma li e gostei muito do livro, inicialmente, quando estava grávida. Os inúmeros exemplos e a linguagem direta da autora me convenceram da necessidade de priorizar e organizar uma rotina com a criança e eu comecei a aplicar as técnicas do livro logo nos primeiros dias com a minha filha Bruna.

Cheguei a escrever um post falando do livro aqui no Roteiro Baby e arquivei o mesmo assim que a minha filha tinha uns 5 meses, uma vez que os efeitos deste livro sobre mim foram negativos. O livro menciona uma técnica conhecida como E.A.S.Y. , onde cada letra significa uma ação e, em resumo, sugere que seja muito “F.Á.C.I.L.” aplicá-las.

Eu realmente apliquei muita coisa com a Bruna, mas os resultados não foram alcançados com muita facilidade. Outros resultados que a técnica promete alcançar eu também não alcancei e, sinceramente, acho que o livro nos deixa muito mais frustradas do que tranquilas.

A Mari conta algo semelhante sobre este livro. Ela diz que durante a sua gravidez achou a teoria interessante mas, na prática, depois que a Júlia nasceu, só a fez se sentir nervosa e ansiosa, já que a rotina rígida e praticamente militar nele proposta desfavorece a amamentação em livre demanda, por exemplo. Mari costuma dizer que “abandonou e para sempre renegou Tracy Hogg” (risos!).

Concluindo, foi um livro importante no estabelecimento de uma rotina para a Bruna (que me ajudou bastante nos primeiros 6 meses), mas que nem eu, nem a Mari, recomendamos.

PEDIDO: se vocês têm alguma boa indicação de leitura, contem para nós, nos comentários! Suas dicas podem ser úteis para muitas outras mães! 

DICA: livros são SEMPRE excelentes presentes (além de serem muito mais baratos que outras coisas para bebês e mamães). Então, aproveite essa dica para presentear uma amiga que acabou de anunciar a gravidez ou para presentear uma mãe na primeira visita ao bebê dela. É gentil presentear a nova mamãe também e, numa pesquisa que realizamos com nossas leitoras, livros sobre maternidade e educação infantil são os presentes que elas mais curtiram receber!

31 Comentários

  1. lali

    18 de fevereiro de 2013 at 15:56

    Ah, que bacana ver uma lista que foge dos “clássicos” da Encantadora (concordo com vocês) e que definitivamente não inclui o Nana Nenê! Eu tenho dicas de alguns em inglês, porque já esgotei minha busca por bons livros em português. Infelizmente não temos os do Dr. Sears por aqui! Como eu tenho 3 filhos em idades diversas, minha biblioteca não para de crescer. Meus favoritos, na linha dos sugeridos por vocês (todos podem ser encomendados pela Amazon):
    – The Baby Book, Dr. William Sears;
    – 25 Things Every New Mother Should Know, Martha Sears
    – The Discipline Book, William Sears
    – Mastering Anger and Aggression the Brazelton Way, T. Berry Brazelton
    – Love Bombing, Oliver James
    – They F*** You Up, Oliver James
    – How Not to F*** Them Up, Oliver James
    – The Explosive Child, Ross Greene
    – Soluções para Noites Sem Choro, Elizabeth pantley
    – Birth Matters, Ina may Gaskin
    – Limites sem trauma, Tania Zagury

    1. Iza Garcia

      18 de fevereiro de 2013 at 17:38

      MUUUITO obrigada por suas dicas, Lali.
      Elas, certamente, serão úteis para muita gente!
      Beijos
      Iza

      1. Eva

        10 de outubro de 2014 at 10:43

        E não esquecer o absolutamente maravilhoso Besame Mucho de Carlos Gonzalez!!

        1. Iza Garcia

          13 de outubro de 2014 at 23:16

          Obrigada por compartilhar uma dica tão bacana como esta com outras mães, Eva!

    2. Mari Oliveira

      18 de fevereiro de 2013 at 23:13

      Gosto muito da Tânia Zagury, boa lembrança a do ‘Limites Sem Trauma’!
      O ‘Soluções para Noites sem Choro’ eu li também, mas ainda não funcionou por aqui. Estou procurando a versão de 1 a 6 anos agora.
      Obrigada, Lali!

      1. lali

        27 de fevereiro de 2013 at 13:22

        A versão de um a seis tem para Kindle na Amazon. “The no-cry sleep solution”.

  2. Lorenna

    18 de fevereiro de 2013 at 17:16

    Um livro que eu gosto demais é aquele da Sociedade Brasileira de Pediatria, acho que é Filhos: até os 2 anos, algo assim. Ja comprei o de 2 a 10 anos agora, me ajuda muito.

    1. Núbia

      17 de outubro de 2013 at 13:14

      Também gostei muito desse livro da Sociedade de Pediatria – Filhos – da gravidez aos 2 anos. Me ajudou bastante. E ao contrário da Encantadora, só me tranquilizou! Sempre presenteio com ele minhas amigas grávidas. Também já estou lendo o segundo. 🙂

  3. Thais

    19 de fevereiro de 2013 at 08:38

    Estou lendo “Crianças francesas não fazem manha”. Algumas teorias lembram muito a “Encantadora”, mas acho que de uma forma mais realista. Para quem já leu todos, esse livro pode ser uma boa opção.

  4. Carolina Carla

    20 de fevereiro de 2013 at 19:53

    Eu gostei muito do “Por dentro da cabeça do seu filho” do Nigel Latta.
    As dicas dele são simples de aplicar e está funcionando aqui em casa.

    1. Mari Oliveira

      20 de fevereiro de 2013 at 22:33

      Nunca tinha ouvido sobre esse, Carolina! Gostei do título, vou procurar!
      Obrigada!

  5. Erica Nathair

    21 de fevereiro de 2013 at 01:01

    “As crianças aprendem o que elas vivenciam” Dorothy Law Nolte

  6. Thaissa

    14 de outubro de 2013 at 13:19

    Oi meninas, eu adoro o livro Encantadora e Bebês rsrs! Na verdade, desde que li a primeira vez – ainda grávida-, percebi que eu concordava genericamente com as teorias dela. Pontualmente, eu discordava, mas nada que me fizesse perder a credibilidade rs. Eu nunca tentei impor uma rotina à minha filha. Dei tempo ao tempo, tentei entender a rotina e o jeito dela e, na medida em que as dificuldades foram aparecendo, lia um capítulo relacionado ao problema no livro. Sempre sabendo que poderia não dar certo e que não ia forçar a barra. E sempre funcionou! Certamente, a personalidade da minha filha ajudou, mas acho a Encantadora de Bebês um livro que vale a pena ler. Eu acho que só de esclarecer a importância da rotina foi maravilhoso. A questão da ordem das atividades e do tempo exato, por exemplo, nunca levei em consideração. Não conseguir implementar a rotina como descrita no livro pode realmente frustrar ou nos deixar ansiosa, mas ainda assim é um livro que sempre indico porque, diferentemente da experiência de vocês, a minha foi muito boa. Bjo

    1. Iza Garcia

      15 de outubro de 2013 at 10:26

      Que bom que deu certo contigo, Thaissa. Obrigada por vir aqui registrar sua opinião.
      Beijos
      Iza

    2. Ana

      15 de outubro de 2013 at 18:46

      Eu também gostei muito do livro Encantadora de bebês, mas claro que não fui na expectativa de que desse tudo certo com meus filhos. Nunca fui muito rígida com rotina, mas tentei aplicar o EASY e acho que a previsibilidade das mamadas me ajudaram bastante com meu primeiro filho. No segundo filho eu nao consegui aplicar nem mesmo mais ou menos e achei ruim não poder sair de casa sem ficar achando que ele iria chorar de fome. Estou esperando o terceiro filho e tentarei mais uma vez seguir o EASY. Mas acho que as dicas de qualquer livro a gente tem que receber, avaliar e tentar da forma que achar que deve, sempre seguindo a intuição.

    3. Flávia

      14 de março de 2014 at 21:21

      Também acho que vale mto a pena! E assim como a Thaissa eu consultava o livro a medida que as dificuldades iam aparecendo. Não criei muitas expectativas, apenas testava e se dava certo ÓTIMO, se não tentava outras alternativas. Muita coisa funcionou. A introdução da rotina é o ponto chave para diminuir as dificuldades e sobrar um tempinho pra Mãe. Recomendo demais mas sempre com o adendo de não esperar milagres, o que der certo é lucro! Até por que não é um livro que nos ensina a ser Mães, né?

  7. Ale Carvalho

    15 de outubro de 2013 at 09:30

    Olá Iza.
    Adorei o post. Principalmente no que diz respeito ao livro Encantadora de Bebês. Realmente eu me frustrei muuuuito com esse livro.. pra falar a verdade, ao tentar implementar as técnicas eu passa muita raiva. A impressão que eu tinha é que as técnicas que ela citava no livro não eram para bebês, e sim para crianças com mais de um ano. Teve um episódio em que meu marido estava há horas tentando fazer a Sofia dormir, quando eu cheguei e falei: “A Tracy disse que tem que fazer assim….” no que ele imediatamente respondeu “Quero que essa Tracy vá para ……..”, você pode imaginar para onde ele mandou ela né..rsrsrsrsrsrs. Então, peguei raiva desse livro, e com minha segunda filha usei muito mais minha intuição!!
    Minha dica de livro é simples, mas foi muito útil quando fui mãe de primeira viagem A Larrousse da Gravidez. Ele é mais técnico, vai até o acompanhamento do bebê com um ano (se não me engano).
    Me ajudou muito em várias ocasiões, tanto durante a gravidez quanto depois que ela nasceu. e tem um livro que ganhei que bem interessante também, Criando Meninas (já que tenho duas em casa..rsrsr).
    Beijos e um excelente dia pra você!!!

    1. Iza Garcia

      15 de outubro de 2013 at 10:25

      Me senti como você em relação a esse livro, Alê. Risos
      Obrigada por compartilhar sua experiência com outras mães.
      Beijos.
      Iza

  8. Thais

    18 de outubro de 2013 at 07:02

    Tem o “É claro que eu amo você… Agora vá para o seu quarto”. Fala sobre como impor limites com amor. Numa parte, a autora fala como ajudar a criança supera a timidez e usa exemplos muito bons, delicados e inteligentes. Fantástico!

    1. Mari Oliveira

      18 de outubro de 2013 at 09:07

      Que interessante, Thais! Com esse nome meio “rude”, achei que esse livro fosse daqueles que mandam deixar a criança chorando sozinha até dormir…
      Valeu pela dica!

      Abração!!

  9. Eliane

    24 de outubro de 2013 at 15:28

    Olá! Eu sou editora na Ed. Manole. Cuidei de todas as etapas dos livros da Sociedade Brasileira de Pediatria – Filhos! Não porque eu os editei, mas como mãe também, os 3 volumes (Da gravidez aos 2 anos de idade; Dos 2 aos 10 anos de idade; e Adolescência) são FANTÁSTICOS. Totalmente adaptados para a realidade brasileira, com dicas de pediatras da SBP. É ótimo! Vale a pena cada linha! Recomendo. Da coleção “Encantadora de Bebês”, eu quase li (ou seja, li pela metade) todos, e concordo com algumas de suas opiniões. O livro é bom, vende muito, mas, como toda técnica, o livro só é bom se funciona. Funciona em partes; para algumas mães. para outras, não serve. Mas isso acontece com a maioria das técnicas, certo?

    Além desses todos citados no post e nos comentários e o da Soc. Bras. de Pediatria, têm outros da Manole muito bons também!
    – Avós e Netos (Minha Editora): esse diz como era antigamente e como é agora. Fantástico!
    – Pais, Mães e Cia. (Minha Editora)
    – Crianças e Adolescentes em Segurança (Ed. Manole)
    – O bebê prematuro (Ed. Manole)
    – Uma obstetra grávida (Minha Editora)

    Um beijo

  10. Isis

    2 de novembro de 2013 at 10:45

    Tem um livro que anda super bem indicado que é o ” Como ouvir para seu filho falar e como falar para seu filho ouvir”, é ótimo mas não me lembro ao certa a editora.

    1. Mari Oliveira

      2 de novembro de 2013 at 20:43

      Achei o nome super interessante, Isis! Obrigada pela indicação!
      Abçs!

      1. Isis Rodrigues

        6 de dezembro de 2013 at 10:42

        Disponha Mari Oliveira. Consegui alguns detalhes importantes do livro: ” Como falar para seu filho ouvir e como ouvir para seu filho falar” Autor: MAazlish, Elaine; Faber, Adele. Editora Summus.

  11. Karina Auzzi

    6 de dezembro de 2013 at 08:42

    Aii Amei as dicas, já tô procurando uns pra comprar na net! =) Adoro quando encontro dicas de livros nos blogs, em poucos lugares encontramos isso, gostei muito do seu blog! Sou mamãe de primeira viagem meu menino já está com 2 anos, nossa como passa rápido mesmo! Sempre escutei isso da minha avó, mãe, tias, mamães em geral… rs Nunca tinha me dado conta de como o tempo passa na velocidade da luz. Creio que nada do que vc tenha lido pode explicar o sentido de ser mãe e nos momentos dificeis poucas vezes conseguimos colocar em prática, temos q descobrir na hora ali naquele momento e ai que descobrimos o que é ser mãe de verdade, rs Mais com certeza ajuda em certas coisas e te traz conforto e clareza sobre algo que ja tenha acontecido ou te auxilia a compreender outras coisas pra pode aplicar no dia a dia e tbm percebe que não é só com vc que não é só seu filho que faz ou fez algo parecido kkkkk

  12. Barbara Tavares

    20 de dezembro de 2013 at 10:06

    Oi , estou lendo “DIÁRIO DA GESTANTE – O dia a dia da concepção ao parto” da Fadynha, que é uma doula no Rio de Janeiro. Estou gostando muito pois fala não só da gravidez como também da pré-concepção (que é o meu caso). Além disso ela dá dicas muito fáceis e naturais para contornar e evitar possíveis problemas durante a gravidez, escrito como um diário dia a dia.
    Outro livro que estou lendo é “YOGA MAMA, YOGA BABY – Ayurveda and Yoga for a Health Preagnancy and birth” da Margo Shapiro Bachman. Esse EStá em inglês, e agrega duas coisas que gosto muito Yoga e Ayurveda (medicina Indiana).
    Estou adorando os dois.
    luz e tranquilidade para as próximas gerações

  13. Paloma

    19 de julho de 2014 at 09:55

    Amei o livro MATERNIDADE E O ENCONTRO COM A PRÓPRIA SOMBRA da Laura Gutman – uma bordagem muito elucidativa sobre a questão psicológica e emocional de mães-bebês, vale muito a pena a leitura.

  14. Livros para gestantes

    3 de maio de 2015 at 21:35

    […] o que se passa contigo e com o bebê durante a gestação. Mais tarde, vou indicar outros bons livros para mães de primeira viagem. “O que Esperar Quando se Está Esperando”, da Editora Record, é um clássico. Tem […]

Comente!