Na 3a feira, dia 11 de setembro, eu estive  representando o blog Roteiro Baby no seminário da revista Crescer sobre A Importância do Brincar, como parte da parceria com a Fisher Price que nomeou a Iza e este blog como Embaixadores do Brincar. O seminário aconteceu em São Paulo, com a presença de muitas mães blogueiras (incluindo as outras mães que foram nomeadas Embaixadoras do Brincar: Bianca Argollo, Angi Simon, Rose Misceno e Glauciana Nunes – super divertidas, adorei!)

Conduzido pela jornalista Rosana Jatobá, o debate foi dividido em dois painéis, ambos mediados pela escritora Fernanda Young (cabe aqui uma opinião pessoal: uma gratíssima surpresa! Eu caí no pecado de julgar o livro pela capa, e achei que Fernanda Young seria daquelas que não deixam ninguém falar e saem impondo seu ponto de vista, mas ela foi super sensata, democrática e divertida. Ganhou uma fã!): o primeiro painel tratou da importância do brincar para crianças de 0 a 3 anos, e teve a a participação de Kathleen Alfano, responsável pelo laboratório de apoio à criação de brinquedos da Mattel (Fischer Price),  Alessandra Françoia, coordenadora nacional da ONG Criança SeguraLuiz Guilherme Araújo Florence, pediatra e coordenador do grupo de estudos em desenvolvimento infantil do Hospital Albert Einstein, da ex-jogadora da seleção feminina de vôlei Virna, e de Rosana Jatobá (substituindo o ator Ricardo Pereira, impedido de comparecer).

O segundo painel contou com as presenças da cantora Fernanda Takai, do apresentador Marcelo Tas, da professora Maria Angela Barbato Carneiro, professora e coordenadora da brinquedoteca da PUC-SP, e consultora da lista de Melhores Brinquedos do Ano da CRESCER, e Silvana Rabelo, psicanalista especializada em clínica infantil e professora da PUC-SP. 

A cobertura dos debates está AQUI.

 Ó lá eu twittando tudo!

Depois do seminário, fomos almoçar com a equipe da Mattel (Fisher Price), e tivemos a oportunidade de conversar com Kathleen Alfano e  com a consultora Teresa Ruas, terapeuta ocupacional especialista em desenvolvimento infantil. Eu como mãe de primeira viagem e sendo uma pessoa controladora por natureza, tenho muitas dúvidas em relação ao tema, por exemplo: devo deixar a Júlia brincar livremente, do jeito que ela quiser, sem a minha presença? Ou devo ensiná-la a usar os brinquedos e supervisionar seu desempenho? Coloco limites nas brincadeiras ou não? Posso deixá-la brincando com meu telefone e outros eletrônicos? Por isso foi reconfortante ouvir das duas especialistas que na primeira infância, mais importante que o brinquedo (eletrônico ou não) é a presença dos pais durante a brincadeira, para que a criança se sinta segura, atendida, troque experiências e afeto. Brincar com os pais é muito importante, sendo o dia todo ou só de noite ao chegar do trabalho, mas que seja com qualidade, espontaneidade, dedicação e interação, sem culpas e sem encanação.

Depois fiz uma visita muito comentada o dia inteiro, e tida como imperdível por todas as Embaixadoras do Brincar Fisher Price: o banheiro feminino da Mattel! Todo cor-de-rosa, decorado com muitas Barbies! O sonho de qualquer menina no auge de sua fase princesas no mundo purpurinado, hahaha!

Virando criança de novo!

Eu preciso mais uma vez agradecer a Iza pela oportunidade! Foi um dia super rico, valeu muito a pena participar desses eventos! 

Criança feliz é criança que brinca! Brinquemos MUITO com nossos bebês então, sem amarras, e com muito amor!

 

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!