Para a família

Cerrado dobrado: dobraduras de animais do cerrado ameaçados de extinção

Dobradura é a tradução da palavra japonesa origami, que significa, literalmente, “dobrar papel”. Quando o papel foi inventado na China, no início do século II, as dobraduras começaram a existir, sempre tendo como inspiração a natureza, em especial a fauna.

Os usos dos origamis são diversos e estão relacionados a cerimônias religiosas, meditações, superstições, uso terapêutico, lazer e educação. No aspecto cognitivo, destacam-se o desenvolvimento da coordenação motora fina, a criação de sequências lógicas, os conhecimentos geométricos e ambiental, além do ganho lúdico.

Nos países orientais, cada origami tem uma simbologia, por exemplo: as dobraduras de aves são feitas quando desejamos conseguir algo. Na Copa do Mundo de Futebol de 2002, realizada na Coreia do Sul e no Japão, o capitão da seleção brasileira, Cafu, recebeu a taça do Tetracampeonato sob uma chuva de papel, onde estavam cerca de três milhões de tsurus (dobraduras de garças) feitos por estudantes japoneses. Outro exemplo seria a figura do sapo, que está relacionada ao retorno de coisas boas, pois a palavra sapo em japonês tem o mesmo som da palavra retorno: kaeru.

Neste livro a inspiração das dobraduras foram os animais ameaçados de extinção, em especial os que habitam o bioma Cerrado, objetivando o ganho de conhecimento ambiental. É preciso conhecer para preservar, sabendo que: cuida quem ama e ama quem conhece! Então, agora você está diante de um grande desafio! Ajudar a preservar a natureza por meio das dobraduras e suas simbologias! Baixe o livro pelo link http://www.ibram.df.gov.br/wp-content/uploads/2019/12/cerrado-dobrado05dez2019-_web.pdf

 

1 Comentário

  1. Cerrado dobrado: dobraduras de animais do cerrado ameaçados de extinção | Baby Blogs Brasil

    6 de Maio de 2020 at 23:36

    […] Nos países orientais, cada origami tem uma simbologia, por exemplo: as dobraduras de aves são feitas quando desejamos conseguir … Ver artigo completo no Blog […]

Comente!