Playlist

Marchinhas de carnaval infantil: playlist apropriada

marchinha-de-carnaval-infantil

Quem procura marchinhas de carnaval infantil vai amar este post.

Atualmente, quando se trata da trilha sonora do carnaval no Brasil, o axé dos trios elétricos e os samba-enredo das escolas de samba predominam.

Entretanto, antigamente, eram as marchinhas que embalavam o carnaval brasileiro.

Pois foi pensando nas famílias que querem apresentar esse gênero musical às crianças que nós queremos falar sobre as marchinhas de carnaval infantil.

Caracterizadas pelas melodias simples e alegres, as letras curtinhas e repetitivas das marchinhas de carnaval, muitas vezes, são confundidas com marchinhas de carnaval infantil.

Mas, com uma boa dose de humor, a maioria das marchinhas têm duplicidade de sentido e, algumas delas não são adequadas ao público infantil.

Marchinhas de carnaval: a origem

Descendentes das marchas populares portuguesas, as marchinhas de carnaval brasileiras experimentaram o auge do sucesso entre as décadas de 20 e 60.

Além disso, é importante registrar que neste período foram escritas algumas das letras que, além de marcar época, ficaram gravadas na história da música brasileira, sendo relembradas mais de cem anos depois da composição.

Assim, um dos maiores exemplos a serem citados é a canção Ô Abre Alas, de Chiquinha Gonzaga, que foi composta em 1889 e é considerada o marco inaugural deste gênero musical no Brasil.

No entanto, a partir da década de 60, os desfiles das escolas de samba começaram a se popularizar, e junto com eles, os sambas-enredo foram ganhando o espaço na trilha sonora do Carnaval, lugar que durante muito tempo foi exclusivo das marchinhas.

Ainda que, atualmente não sejam tão populares, elas guardam uma parte importante da história da música brasileira e são relembradas até hoje.

Só para exemplificar, músicas como A Jardineira, Pierrô Apaixonado, Alá-Lá-Ô, Mamãe Eu Quero, Me Dá Um Dinheiro Aí e Cachaça ficaram eternizadas na memória dos apaixonados pelo carnaval.

Marchinhas de carnaval infantil: playlist apropriada

Uma das principais características das marchinhas de carnaval são as letras de duplo sentido, que algumas vezes, incluem conteúdos inadequados para crianças.

Entretanto, é importante registrar que na época em que foram escritas, as discussões a respeito de temas como o machismo e o racismo ainda não estavam colocados em pauta como nos dias atuais.

Dessa forma, na hora de apresentar as músicas às crianças é interessante revisar o teor das letras e explicar sobre contexto da época em que as canções foram compostas.

Com base na ressalva acima, fizemos uma lista com algumas canções, inclusive interpretadas por personagens infantis, para que os pequenos foliões se divirtam com um conteúdo apropriado.

1. Ô balancê – Braguinha e Alberto Ribeiro, 1936 (interpretada por Carmen Miranda)

2. Me dá um dinheiro aí – Ivan Ferreira, Homero Ferreira e Glauco Ferreira, 1959 (interpretada por Atchim e Espirro)

3. A jardineira – Benedito Lacerda e Humberto Porto, 1938 (interpretada por Orlando Silva)

4. Mamãe eu quero – Jararaca-Vicente Paiva, 1936 (interpretada por Atchim e Espirro)

5. Ô abre alas – Chiquinha Gonzaga, 1899

6. Alá-Lá-Ô – Haroldo Lobo-Nássara, 1940 (interpretada por Atchim e Espirro)

E para quem quer ouvir uma playlist repleta de marchinhas de carnaval infantil (com conteúdos diversos!) , nós encontramos esta: Carnaval Infantil – Crianças Piratinhas, de Lilian Miilher.

Se você gostou deste post, também pode curtir:

1 Comentário

  1. Marchinhas de carnaval infantil: playlist apropriada | Baby Blogs Brasil

    11 de fevereiro de 2020 at 06:28

    […] Mas, com uma boa dose de humor, a maioria das marchinhas têm duplicidade de … Ver artigo completo no Blog […]

Comente!