Férias, Programação Infantil em Brasília

Férias no CCBB Brasília – janeiro 2020

Durante as férias de janeiro de 2020, o CCBB Brasília oferece uma série de atividades especiais voltadas para as crianças e suas famílias!

CASULO INTERATIVO E AMÉFRICA
Exposições permanentes nos jardins do CCBB.

Améfrica busca sintetizar a mudança da vida por meio das pedras, que mudam de forma com o passar do tempo e que podem ser moldadas pela interferência da energia do ambiente.

Casulo é um espaço de convivência interativo voltado a aproximar as crianças da arte.

Artistas: Améfrica (Denise Milan) | Casulo (Darlan Rosa)

Casa Gamer Banco do Brasil
Centro Cultural Banco do Brasil, Pavilhão de Vidro – Setor Clubes Esportivos Sul Trecho 2 Lote 22
De quinta a domingo, das 9h às 21h | De 28/12/2019 a 26/01/2020
A “Casa Gamer Banco do Brasil”, espaço especialmente montado para entreter e divertir todas as idades, chega ao CCBB para animar as férias! Equipada com jogos free play de futebol, dança e jogos vintage, trará também, nos finais de semana, a arena “Counter Strike”, que abrigará uma competição amadora pra agitar o público! Uma verdadeira experiência imersiva no mundo dos games pra animar as férias de crianças, jovens e famílias com muita interatividade e diversão.
Classificação indicativa livre
Entrada Franca (necessária a retirada de ingressos em nossa bilheteria)

Espetáculo musical “Vamos Comprar um Poeta”
Centro Cultural Banco do Brasil – Setor Clubes Esportivos Sul Trecho 2 Lote 22
De quinta a domingo, às 16h | De 02 a 12/01/2020
Uma menina esperta e curiosa que gosta de entender o sentido das coisas. Um menino que adora fazer contas. Um pai que só pensa em lucrar e uma mãe que organiza todos os dias os trabalhos domésticos. O que acontece quando um Poeta chega para morar com essa família? Observar borboletas, criar poemas e aprender a dar abraços são algumas pérolas da nossa história. Um musical infantojuvenil que fala de invenção, amizade e despedida.
Classificação indicativa livre
Ingressos: R$15 (meia) e R$30 (inteira) | Pontos de Venda: Bilheteria do CCBB e site Eventim

O Lugar de Criação oferece uma programação especial voltada para as crianças e suas famílias visando a ocupação, a convivência, a criação e o diálogo com a arte. Também é um espaço que recebe artistas e educadores residentes, que se juntam à equipe do Programa CCBB Educativo no desenvolvimento de propostas específicas, integrando adultos e crianças em processos de experiência com a arte.

As atividades acontecem de quarta* a domingo, em dois horários: das 10h às 12h e das 15h às 17h.

*A partir de 4 de janeiro. Em 1, 2 e 3/01 não há programação de férias.

Entrada gratuita.

4 e 5 DE JANEIRO – SÁB E DOM
Como nasce uma obra de arte?
Construção
Dedicado aos intercâmbios entre crianças e artistas, com foco na experimentação das práticas artísticas contemporâneas, neste dia educadores artistas vão desenvolver propostas com foco no compartilhamento dos processos e das linguagens.
Como percebemos os corpos? Como representamos eles? Nesta edição, a proposta é lidar com técnicas diversas que nos levam a pensar sobre as possibilidades de ser um corpo a partir das nossas percepções do que ele pode. Com papel, tesoura e cola se faz um corpo?

8, 9 e 10 JANEIRO – QUA, QUI, SEXTA
Introdução à escultura, com Julia Gonzales
Nesta edição especial do Lugar de Criação, a convidada Julia Gonzales propõe uma introdução à linguagem da escultura. A ação visa apresentar as possibilidades da modelagem em argila, a plasticidade do material, suas ferramentas, e os elementos básicos para a construção de um objeto tridimensional. O participante irá vivenciar a técnica e a criação artística através de aulas práticas com exercícios de observação de modelos e esquemas anatômicos simplificados da figura humana.
Julia Gonzales é sócia-proprietária do espaço Par de Ideias, bacharel e licenciada em Artes Plásticas pela UnB. Trabalha como artista visual, professora e ilustradora.

11 e 12 JANEIRO – SÁB e DOM
Desde pequeno
Árvore sensorial
Dedicado à primeira infância e com a ideia de desenvolver propostas que além de integrar e socializar as crianças e os seus responsáveis com a arte, terão como foco o contato da primeira infância com as exposições e seus conteúdos.
Esta edição tem como objetivo refletir sobre as sensações e percepções corporais num espaço que abraça todos os corpos e onde não é necessário o isolamento de nenhuma parte do corpo para que se alcancem as impressões sobre o mundo.

15 JANEIRO – QUA
Galáxias coloridas
O que será que acontece quando molhamos o giz para desenhar no papel preto? Podemos inventar novas galáxias! Nesta edição especial de férias do Lugar de Criação vamos usar giz molhado e papel preto e, assim, criar planetas, estrelas e lugares ainda não descobertos.

16 JANEIRO – QUI
Erupção
Quando nascemos, o choro é a primeira emoção que sentimos e, durante algum tempo, é através dele que o bebê se comunica: se está com fome, com frio ou apenas precisando de colo. Ao crescermos, ele percorre outros caminhos, mas nunca deixa de ser um sinal de vida. Por que choramos? Nesta edição, convidamos as famílias a construírem juntas um ambiente que acolha nossas emoções.

17 JANEIRO – SEXTA
A tal da abelha
Você sabe o que é ancestral? Se sim, venha dar continuidade a história da tal da abelha, uma operária que ouviu pela primeira vez essa palavra por aí e quer saber, afinal, o que ela significa para você?

18 e 19 JANEIRO – SÁB e DOM
Trocação de histórias
Fabulação
Dedicado à leitura, música e a narrativa, com foco nas questões ligadas às exposições e ao patrimônio imaterial. Tem como foco a participação do público na produção de narrativas e de imaginários sociais e culturais, a partir da experiência no centro cultural.
A criação visual da artista Björk possui uma relação íntima com o mundo imaginário de adultos e crianças. Pensando nisso, o objetivo desta edição é materializar os seres que habitam a nossa imaginação e questionar o real e o imaginário.

22, 23 e 24 JANEIRO – QUA QUI e SEXTA
Dançar é como brincar, é só começar
c/ Luciana Lara
Nesta edição especial do Lugar de Criação, a convidada Luciana Lara propõe uma abordagem prática e lúdica da dança contemporânea para crianças e adultos de todas as idades por meio de jogos e brincadeiras de improvisação. O objetivo é encorajar o desenvolvimento do potencial expressivo individual a partir da interação com objetos, dispositivos, brincadeiras coletivas e individuais que promoverão o aguçamento dos sentidos e da consciência de espaço, tempo, energia, peso e corpo.
Luciana Lara é coreógrafa e diretora da Anti Status Quo Companhia de Dança. Mestre em Artes pela UnB, atua como professora e pesquisadora da dança contemporânea.

25 e 26 JANEIRO – SÁB e DOM
Eu faço meu brinquedo
Picuá
Oficinas que vão explorar aspectos da cultura maker e da criação, para pensar o brincar e o brinquedo como prática coletiva. Lida com temas transversais, como consumo, sustentabilidade e reuso. O mesmo que cesto ou saco, picuá é uma palavra de origem tupi. Nesta atividade, vamos fazer um pequeno cesto com barbante e papel com o objetivo de ativar as habilidades manuais, o prazer de fazer com as próprias mãos e do entrelaçar para construir.

29 JANEIRO – QUA
Lightpainting com celular
O lightpainting quer dizer significa “pintar com a luz” e é uma técnica de iluminação fotográfica. Usando lanternas de celular, programadas para uma longa exposição, criaremos “pinturas” feitas com diversas fontes de luz.

30 JANEIRO – QUI
Caixa de experiências
Na primeira infância, os bebês estão em uma fase da vida na qual a capacidade de aprendizado é muito ampla, e o contato com a arte potencializa suas interações com o mundo. Nesta atividade, vamos auxiliar os bebês a experimentar, num circuito de caixas de papelão, diversas sensações e percepções: o cheiro dos jasmins, a textura de tecidos, o vazio, as folhas, as pedras e outros elementos fascinantes, familiares e fáceis de encontrar em nossas casas e na natureza.

31 JANEIRO – SEXTA
Bolhas de sabão
Que tal uma viagem ao mundo das bolhas de sabão? Para isso, num brincar simples e muito divertido, vamos fazer um painel coletivo utilizando bolhas e cores.

Entre os dias 16 e 26 de janeiro de 2020, com uma programação que inclui oficinas, shows, vivências musicais e instalações sonoras para as crianças e toda a família, com alguns espetáculos com ingressos a preços populares e outros com entrada franca.
🎸🥁🎺
Entre as atrações confirmadas estão O Circo Teatro Udi Grudi @circoudigrudi, de Brasília, que utiliza instrumentos musicais alternativos e irá apresentar “O Cano”, um espetáculo cômico premiado internacionalmente; além das bandas Concerto de Bolso, Pé de Cerrado, Mambembrincante. De outras partes do Brasil, chegarão artistas como Mundo Aflora, de São Paulo; Tião Carvalho, do Maranhão; Farra dos Brinquedos, do Rio de Janeiro, e Irene Bertachini, de Belo Horizonte.
🎸🥁🎺
As entradas para os shows estarão à venda na bilheteria do CCBB Brasília. As outras atividades do Musicar têm entrada franca e senhas para participação serão distribuídas 30 minutos antes de cada evento. A classificação indicativa para o Musicar é livre para todos os públicos.
🎸🥁🎺
Confira em breve a programação diária do festival em www.roteirobaby.com.br
!

Espetáculo VOA, com Coletivo Antônia
De 31/01 a 02/02/2020
11h, 15h e 17h
Classificação: Bebês e crianças de 0 a 5 anos e seus adultos responsáveis.
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia).
Duração: 40 minutos.
Observações: Limitado a um adulto por criança; criança de colo não paga, desde que fique no colo do responsável durante todo o espetáculo.

Criado a partir da leitura coletiva do conto “A Menina e o Pássaro Encantado”, de Rubem Alves, o Coletivo Antônia apresenta sua segunda criação: o espetáculo cênico VOA, no marco do “Small Size Days”.

Sobre o “Small Size Days”: a ação consiste em três dias dedicados a apresentações, oficinas e outras atividades para a primeira infância em todo o globo. Todos os eventos ocorrem simultaneamente, no último fim de semana de janeiro, em todos os países e cidades onde haja associados à rede Small Size interessados em integrar essa multidão de artistas.

ROTEIRO TEEN – Exposição Björk Digital
Centro Cultural Banco do Brasil – Setor Clubes Esportivos Sul Trecho 2 Lote 22
De terça a domingo, de 9h às 21h | Até 09/02/2020
Björk (pronuncia-se “Biork”) é uma artista islandesa que ao longo de sua carreira fez seu trabalho ir muito além dos fones e caixas de som, investindo nos visuais e criando incríveis experiências imersivas. A Galeria 1 é composta de salas escuras com bancos e óculos de realidade virtual. Nela, os visitantes vão assistir aos clipes em 360° das faixas do álbum Vulnicura (2015): Stonemilker, Black Lake, Mouth Mantra, Quicksand, Family e Notget. Todos eles formam uma “via crucis” da artista que demonstram seus sentimentos em relação ao divórcio do pai de sua filha, da dor até a aceitação do fim do relacionamento. Os vídeos interativos exploram a tecnologia da realidade virtual. A visitação é organizada de 20 em 20 minutos, aproximadamente, e em grupos de 25 pessoas.
Na segunda parte da exposição, o público poderá experimentar o projeto educativo Biophilia através de ipads e uma sala de cinema, com projeção dos videoclipes da artista de forma intermitente, incluindo materiais mais recentes, lançados em virtude do álbum Utopia.
Descrição de todas as etapas da mostra: https://cultura.estadao.com.br/noticias/artes,bjork-digital-passo-a-passo-para-a-exibicao-de-realidade-virtual-da-artista-islandesa,70002878895
•AVISO: Definitivamente, não é uma exposição para crianças. Elas podem entrar apenas acompanhadas dos pais, que deverão assinar um termo de responsabilidade. Celulares são proibidos nas salas da exposição.
Classificação indicativa: não recomendado para menores de 14 anos.
Entrada franca

1 Comentário

  1. Férias no CCBB Brasília – janeiro 2020 | Baby Blogs Brasil

    26 de dezembro de 2019 at 18:30

    […] ROTEIRO TEEN – Exposição Björk DigitalCentro Cultural Banco do Brasil – Setor Clubes Esportivos Sul Trecho 2 Lote 22De terça a domingo, de 9h às 21h | Até 09/02/2020 Björk (pronuncia-se “Biork”) é uma artista islandesa de múltiplas faces que nasceu para provocar o mundo. A cada álbum ela se reinventa, desafiando qualquer convenção. Ao longo de sua carreira, fez seu trabalho ir muito além dos fones e caixas de som, investindo nos visuais e … Ver artigo completo no Blog […]

Comente!