Economia, Educação

Álbum de figurinhas da Copa 2018

Álbum de figurinhas da Copa 2018

Álbum de figurinhas da Copa 2018

Este texto é uma colaboração da fonoaudióloga Ana Paula Gouvêa, sobre como a simples atividade de completar um álbum de figurinhas (já que a febre do momento é o álbum da Copa 2018!) pode trazer muitos benefícios bacanas para nossas crianças!

Esses dias fazendo o álbum de figurinhas da Copa do Mundo 2018 com meu filho comecei a olhar para a atividade como fonoaudióloga e não somente como mãe. Percebi que a construção do álbum pode contribuir para a estimulação de várias competências e habilidades envolvidas no processo de aprendizagem. Existem muitas outras habilidades envolvidas nesse processo, mas essas abaixo são muito fáceis de perceber e estimular com os nossos filhos, pacientes e estudantes.
Vou listar algumas aqui que julgo serem muito importantes para o conhecimento dos pais:


• Seqüência numérica e noção de quantidade: a criança percebe que as figurinhas tem uma ordem numérica de evolução crescente, além disso ela tem que contar quantas tem para trocar, quantas faltam para completar determinada seleção ou o álbum inteiro, etc;
• Atenção: a criança tem que encontrar o número da figurinha e colocá-la no lugar correto correspondente;
• Tempo de concentração: motivada pelo interesse em encontrar o lugar correto da figurinha a criança fica concentrada procurando, passando as páginas, e isso vai aumentando sua capacidade e tempo de concentração;
• Percepção visual: quando a criança adquire uma figurinha repetida ela identifica através do número e da foto que ela já tem essa imagem, isso pode ser útil na percepção do traçado das letras, evitando assim traçado incorreto, omissões e até mesmo troca de letras;
• Coordenação motora fina e coordenação visomotora: o movimento de pinça realizado com os dedos pela criança para abrir a figruinha e destacar a parte autocolante trabalha uma série de músculos envolvidos na escrita, assim como o enquadramento da figurinha no espaço determinado.
• Socialização: ao participar de eventos de troca de figurinhas, a criançada fará novos amigos!
• Consumo consciente: a criança aprende a TROCAR as figurinhas repetidas e não só comprá-las. Pode-se estipular também o número de pacotes comprados na semana, quanto a criança precisa economizar da mesada para comprar figurinhas, etc.
• Tempo de qualidade e afetividade com seu filho.

Adorei este texto, porque sou dessas: acho que tudo vira oportunidade para aprender e ensinar algo a nossos filhos! E especialmente em relação ao último item acima (tempo de qualidade e afetividade com os filhos), aqui em casa, desde que comprei o álbum da Copa, pai e filha encontraram mais uma atividade que é só deles, algo que eles fazem juntos, só eles. Tem sido bem lindo ver!

Ana Paula S. Gouvêa é fonoaudióloga e mãe do Thomás. Ela atende na Clínica Passos de Pediatria – SGAS 915 Conjunto O Lote 68-A Sala 226 – Advance Second. Telefone: (61) 3345-8263 | (61) 98384-8866.

Comente!