5º FESTIBRA - Festival de Teatro Para Infância de Brasília

5º FESTIBRA – Festival de Teatro Para Infância de Brasília

Para comemorar o mês das crianças, a Capital Federal recebe, de 15 a 25 de outubro, o 5º Festival de Teatro Para Infância de Brasília (FESTIBRA). Este ano, serão 16 apresentações em oito teatros do DF (Plano Piloto, Ceilândia, Varjão, Itapoã, Cidade Estrutural, Santa Maria, Gama e Taguatinga). Além das apresentações em escolas públicas. Os dez dias de festival com entrada franca oportunizam às crianças de comunidades carentes momentos de contato com a arte.

ESTRÉIA – Duas apresentações irão abrir o Festival, a primeira, sábado (15/10), no Teatro da Praça (Taguatinga), 17h, o grupo Tumba La Catumba (DF) apresenta O Sumiço da Pandeirola. E no domingo (16/10), a Insensata Cia de Teatro (MG) irá apresentar Memórias de um Quintal, 17h, no Espaço Galpãozinho (Gama) – www.youtube.com/watch?v=Dw8zQ7Vw8Dg.

O FESTIBRA foi implantado no Distrito Federal em 2010 e desde então faz um trabalho que vai do social ao cultural passando pela educação. A qualidade dos trabalhos é garantida por uma curadoria que seleciona os espetáculos adequando conteúdo e faixa-etária (infanto-juvenil). O Distrito Federal, rico em diversidade cultural, é berço de muitos grupos de teatro infantil. Com o Festival, esses artistas têm a oportunidade de mostrar seus trabalhos e fazer intercâmbio com grupos da cidade e com os que vêm de outros estados, trocando experiências e amadurecendo as produções.

O 5º FESTIBRA recebe a Insensata Cia de Teatro e a Cia Carroça de Mamulengos, ambas de Minas Gerais; a Cia Truks, de São Paulo; a Córtex Arte, do Paraná; a Caravana Tapioca, de Pernambuco; e o Grupo de Teatro De Pernas Pro Ar, que veio do Rio Grande do Sul; os outros 11 grupos são do DF.
Este evento conta com o patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC).

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!