Super dicas para pós-parto

Já tive filho há tanto tempo e não consigo perder essa barriga.” A reclamação é repetida por dez entre dez mulheres que deram à luz há pouco tempo. A indesejável “barriguinha de grávida” às vezes persiste por meses após o parto. É que devido ao aumento abdominal durante a gestação e ação hormonal, a musculatura do abdômen sofre um alongamento excessivo causando um afastamento da musculatura do reto abdominal. Após o parto, a pele fica mais flácida e a diástase, ou seja, essa separação do reto abdominal, fica mais aparente, dando a impressão de uma barriga de gestante ainda. Além da diástase, muitas mulheres reclamam da falta de controle da bexiga, com perda de urina ao espirrar ou rir, por exemplo.

Super dicas para pós-parto

Esses casos requerem acompanhamento profissional. A fisioterapeuta Rafaela Rosa, especialista em saúde da mulher, é pioneira no Brasil no estudo da diástase reto abdominal e fortalecimento do assoalho pélvico durante e depois da gravidez.

rafa atendendo

Com 10 anos de experiência e mais de 5.000 pacientes atendidas (entre elas eu – Mariane!), Rafaela foi licenciada e trouxe para o Brasil a Técnica Tupler, desenvolvida pela americana Julie Tupler, que propõe um protocolo para reabilitação da diástase abdominal. Porém, ao longo dos anos, surgiram avanços nos estudos e tratamentos sobre o assunto, e em 2014, por entender que existe uma pluralidade nas formas de tratamento nos casos de reabilitação abdominal, e que cada paciente possui uma anatomia, biomecânica e níveis diferentes de consciência corporal (entre outras particularidades que não podem ser traduzidas em uma única forma de tratamento), Rafaela criou o ReAlign, um tratamento completo e personalizado para realinhar o corpo, com terapia manual, reeducação, exercícios e mudança de hábitos.

O ReAlign parte do princípio que o nosso corpo é todo interligado e muitas vezes o “problema” vai muito além da barriguinha de diástase. Assim, é proposta uma avaliação individual e um tratamento personalizado. São realizados exercícios corretivos com o uso de uma cinta especialmente desenvolvida pela Rafa, mais confortável e funcional que as demais presentes no mercado. Além disso, o uso da cinta é associado a técnicas novas de terapia manual, treino de percepção corporal e mudança de hábitos. O mais importante do tratamento é trazer consciência corporal: quanto mais consciente e melhor se perceber ao longo do dia, mais fácil será identificar os hábitos que prejudicam seu corpo. Algumas pacientes chegam a perder 10cm de circunferência em 3 semanas.

rafa2

rafa1

Um “core” no lugar promove o alinhamento correto entre caixa torácica e pelve, proporcionando um suporte adequado ao bebê (caso você esteja grávida), e tornando o final da gestação e o pós-parto imediato um período mais confortável, reduzindo dores na lombar, ciático, virilha e púbis.

A reabilitação do “core” não significa se matar de fazer abdominal! Fica a dica: abdominais nem sempre diminuem a barriga, e alguns exercícios errados só fazem-na ficar mais evidente!

Interessante, né? A Rafa acabou de voltar do Canadá com novidades sobre reabilitação abdominal e perineal no pós-parto! Que tal marcar uma consulta? As primeiras 5 leitoras de Brasília que ligarem para ela mencionando este post ganham 10% de desconto na consulta (que tem valor cheio de R$220). Entre em contato!

Rafaela Rosa
Fisioterapeuta – Crefito 11-74.435
Especialista em Saúde da Mulher (UNICAMP)
Consultório: (61) 98117-2722 | 3526-1840

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!