Semana Mundial da Amamentação 2016

Imagem Shutterstock. Cópia não autorizada.

Semana Mundial da Amamentação 2016

Todos os anos, na primeira semana de agosto, é celebrada a Semana Mundial do Aleitamento Materno. Amamentar faz bem à saúde da mãe, do bebê e também do planeta. Esse é o alerta da campanha publicitária lançada nesta segunda-feira (1) pelo Ministério da Saúde em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria. Cartazes, folders e cartões para internet chamam atenção das pessoas sobre as metas de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e como elas se relacionam com a amamentação. O Brasil é referência no mundo quando se trata de aleitamento materno, registrando uma taxa de 41%. Está a frente de países como os Estados Unidos, Reino Unido e China, com o dobro das taxas de aleitamento exclusivo até os seis meses e 12 meses de vida quando comparado a estes países.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que os bebês recebam leite materno até os dois anos ou mais associado à alimentação complementar saudável, sendo exclusivamente até 6º mês de vida. Além de fazer bem para a saúde da criança e da mulher, o aleitamento materno é a forma mais econômica e ecológica de alimentar uma criança. Para fabricação dos leites em pó ou longa vida é necessário o uso de energia, assim como materiais para embalagem, combustível para a distribuição e de água, além de produtos de limpeza tóxicos para o preparo diário. Por isso, só devem ser utilizados por orientação médica, quando a mulher estiver impedida de amamentar. “O leite materno já vem pronto, está sempre na temperatura correta para o bebê e não necessita de nenhum preparo prévio, nem gasto de energia, ou seja, não agride o meio ambiente“, afirma o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

13882355_1294936930524920_6818437145230673135_n

Lista de bancos de leite de Brasília (onde as enfermeiras podem te orientar sobre a pega do bebê e outras dúvidas sobre amamentação): http://www.redeblh.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=432

Mães promovem mamaço em Brasília

No mesmo horário, em diversas cidades do país e do mundo, brasileiras se reúnem em pontos turísticos para amamentarem seus bebês. O aleitamento simultâneo é chamado de A Hora do Mamaço e tem o caráter de dar visibilidade ao ato de amamentar como algo natural e fundamental para a sociedade.

Este ano, na 4ª edição brasileira, a Hora do Mamaço traz como tema “Aleitamento Materno: Presente Saudável, Futuro Sustentável”. A temática foi definida pela World Alliance for Breastfeeding Action (WABA), rede global voltada para proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno baseada nas estratégias propostas pela Organização Mundial da Saúde / UNICEF.

Em Brasília, a Hora do Mamaço acontecerá no dia 6 de agosto, na Asa Norte. Na programação estão previstas aula de Sling Dance, sorteio de slings, roda de apoio com orientações sobre Yoga na gestação e no pós-parto, além da roda de aleitamento materno.

Serviço

O quê: A Hora do Mamaço
Onde: Cobogó, 704/705 Norte
Quando: 6 de agosto de 2016, das 15h30 às 18h
Realização: Aleitamento Materno Solidário – AMS Brasil
Organização: Livre Maternagem
Página do evento: goo.gl/uqA6oF

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!