Brasília - Feira de troca de brinquedos, que estimula o consumo consciente das crianças, em comemoração ao Dia da Criança

Férias “na faixa” em Brasília

As férias de julho estão aí! Nem sempre dá para viajar, por isso, para quem ficou na cidade, não está em colônia de férias, e está sem ideias de como aproveitar as semanas de folga, seguem dicas de como aproveitar as férias sem gastar (ou gastando muito pouco) em Brasília:

1) Visitar o Planetário: o Planetário de Brasília abre de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h; e aos sábados e domingos, das 8h às 20h. A entrada é no local é franca, já o ingresso para as sessões na cúpula de projeção podem ser adquiridos pela troca de 1kg de alimento não perecível por pessoa, sendo que crianças até três anos não pagam. DICA DO ROTEIRO BABY: leve casaco, pois a sala de projeção fica a 19 graus!

2) Visitar o Museu dos Povos Indígenas: depois de passar por reforma e ter o acervo revitalizado, o espaço destinado à diversidades e riqueza da cultura indígena no Distrito Federal, o Memorial dos Povos Indígenas (MPI), foi reaberto ao público em 19 de abril de 2016, Dia do Índio. O Memorial dos Povos Indígenas e a Embaixada da Bélgica em Brasília promovem nesta quarta, 6 de julho, a abertura da exposição “Diários de Viagem – Fotografias do Rei Leopoldo III no Brasil”. Trata-se de uma mostra inédita com fotografias especialmente selecionadas da viagem que o Rei Leopoldo III fez ao Brasil em 1964. Visitação até 14 de agosto de 2016, de 3ª a domingo, das 9h às 17h. Entrada franca.

3) Mirante da Torre de TV + feirinha: passeio muito legal de se fazer com crianças, que se empolgam em ver a cidade do alto. Visitação às 2ª, das 14h às 18h, e de 3ª a domingo, das 8h às 18h. Entrada franca. A feira de artesanato só funciona aos fins de semana.

4) Visitar o estádio Mané Garrincha aos sábados: visitação guiada gratuita aos sábados, às 10h e 16h. GDF pede que visitantes doem livros, que serão entregues a creches. O público terá auxílio de um guia e poderá acessar áreas da arena só frequentadas por pessoas envolvidas nos eventos, como o gramado e os vestiários. Serão formadas turmas de 50 pessoas, recepcionadas no portão externo A, voltado para o Autódromo Nelson Piquet. Para visitas agendadas: as instituições interessadas devem encaminhar solicitação pelo e-mail: estadio.visitas@gmail.com. Os pedidos serão atendidos de acordo com a disponibilidade do estádio.

5) Pôr do Sol no Pontão do Lago Sul: entrada gratuita.

6) Conhecer a Península dos Ministros (Parque Ecológico Península Sul) – QL 12 conjunto 17 do Lago Sul.

7) Réplica do trem Maria Fumaça – no posto de gasolina da QI 23 do Lago Sul.

8) Ir ao CCBB visitar a mostra DiVerSom (até 25/07) + piquenique. De 4ª a domingo (o CCBB não abre às 3ªs!). Na exposição, os visitantes são convidados a interagir em um espaço multimídia que proporciona a vivência de uma série de experiências sensoriais e lúdicas, ampliando seu conhecimento sobre o Som e sua capacidade de apreciação da Música.

9) Visitar a 108/308 sul: a quadra modelo de Brasília é um ótimo passeio com crianças. Na 108 sul está também a banca de revistas mais antiga da cidade, que fica atrás de duas ficus italianas de 50 anos que formam um portal que leva até a banca. O local é como um “minimercado” e oferece opções diversificadas para os consumidores: há de álbuns de figurinha a sorvetes, biscoitos e até complementos de alimentação como a ração humana. Na 308 sul, no bloco F, há um laguinho com inúmeras carpas, de tamanhos e cores variadas. O laguinho é divido em tanques e acima de um deles, há uma mini ponte para as crianças (de 0 a 100 anos) se encantarem ao observar os peixes. Peça um pouquinho de ração para os peixes ao porteiro do prédio, ele tem.

10)  Brincar no Parque Ana Lídia – Parque da Cidade. O “foguetinho do parque” faz parte das memórias afetivas de mães e pais que cresceram em Brasília nos anos 80. Além disso, no Estacionamento 10, muitos patos e gansos nadam no lago, e é possível alimentá-los. As crianças adoram!

11) Piquenique no Jardim Botânico.

12) Passear no calçadão da Asa Norte.

13) Visitar um parquinho nas quadras da cidade.

14) Visitar o Catetinho, primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek. O projeto museográfico procura retomar as referências de época, preservando-se alguns objetos e o mobiliário original. Imagens fotográficas, bem como outros objetos, complementam as ambientações com o objetivo de propiciar ao público um testemunho vivo da grande aventura que foi a construção de Brasília. A visita é rápida, pois a casa é pequeno. Fica em um local tranquilo até para fazer piquenique, devido à maravilhosa área verde que possui, na BR-040 (ida para Belo Horizonte, trevo do Gama). Horário de visitação: de 3ª a domingo, das 9h às 17h.

15) Visitar o Congresso Nacional: a visita é guiada e muito interessante. Dura mais ou menos 2h e deve ser agendada com antecedência pelo site http://www2.congressonacional.leg.br/visite. O material para crianças é bem rico, com livrinhos, jogos, e a possibilidade de enviar, gratuitamente, um cartão postal para amigos ou familiares a partir do serviço de correios da Câmara dos Deputados.

16) Visitar o Santuário da Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt + Torre Digital: a 20km do centro de Brasília (na subida para Sobradinho, Rodovia DF 001 km 4, EPTC – Leste. No Posto Colorado virar à direita e percorrer 4,5km), o Santuário é uma das 150 capelas construídas pelo mundo em homenagem a Nossa Senhora de Schoenstatt. Chama a atenção por estar em meio a um jardim de beleza única. Há também vitrais e imagens religiosas que compõem a decoração do ambiente, deixando-o mais acolhedor. Estima-se que aos domingos a capela receba cerca de 500 pessoas. Aberto diariamente de 8h às 18h para visitação. As missas são realizadas de 4ª a 6ª às 17h, e as sábados e domingos às 16h. Já a visitação à Torre Digital acontece aos fins de semana e feriados, das 9h às 18h. Os grupos são formados na hora, por ordem de chegada, com 27 pessoas por vez, observando a capacidade dos elevadores.

17) Visitar a Catedral Metropolitana: primeiro monumento a ser criado em Brasília. Na praça de acesso ao templo, do lado de fora, encontram-se quatro esculturas em bronze com 3 metros de altura, representando os evangelistas. No interior da nave, estão as esculturas de três anjos, suspensos por cabos de aço. Visitação: 2ª, de 8h às 16h30; 3ª a 6ª, das 10h30 às 18h (limpeza da nave central das 8h às 10h30); 4ª a domingo, das 8h às 18h. Uma dica: lembre-se de ir trajando calça ou saia comprida. Pessoas de short ou roupas curtas não podem ingressar na Catedral.

18) Ermida Dom Bosco (Parque Ecológico Dom Bosco), para piquenique + pôr do sol: na SHIS QL 30. Espaço para piquenique e caminhada, contemplação, uma das mais lindas vistas do lago, especialmente no pôr do sol. Tem um letreiro grande escrito EU AMO BRASÍLIA, bom para fotos. Local seguro para banhos no Lago Paranoá.

19) Atrações dos shoppings da cidade: http://roteirobaby.com.br/2016/06/ferias-julho-2016-shoppings-brasilia.html

20) Visitar a Praça dos Cristais (Quadra QRO Conjunto 2, Setor Militar Urbano): o nome da praça faz referência às esculturas de concreto em formato de cristais, que simbolizam as riquezas minerais do Planalto Central. A praça foi projetada pelo paisagista Roberto Burle Marx. É uma visita rápida, pois o local não tem sombra. É um jardim de formas geométricas construído sob a forma de um triângulo.  Local silencioso e agradável. A concha acústica à sua frente também vale um foto, não esqueça de brincar com o eco.

21) Passear no domingo no Eixão. Bons locais: na altura da 215 norte e na altura da 214 sul. No domingo dia 10 de julho de 2016 tem Chefs no Eixos, evento gastronômico para toda a família, na altura da 108/308 sul. DICA DO ROTEIRO BABY: chegue cedo para conseguir comer nos locais desejados sem enfrentar tanta fila.

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!