Projeto Música Mais no CCBB Brasília

Em 2016, o cantor Zé Renato, um dos criadores do grupo vocal Boca Livre, completou 60 anos de vida e quatro décadas de trajetória artística. Compositor e cantor versátil e intérprete sensível, ao longo desse período, o músico inspirou seu repertório em diversas manifestações da canção, como o samba, a bossa nova, a MPB, a jovem guarda, o fado e tantas outras, revelando uma personalidade curiosa e atenta ao cotidiano.

Projeto Música Mais no CCBB Brasília

Zé Renato, cantor

Aqui em casa, eu (Mariane) curto Zé Renato desde criança. É o Boca Livre (grupo do qual ele fez parte nos anos 80) que canta uma das minhas músicas mais queridas (e engraçadas) da infância, “O Vento”, que fez parte do musical de TV “A Arca de Noé“, que passou na Globo em 1981. A música é esta (que saudade, minha infância!):

Mais recentemente, os projetos de Zé Renato para crianças foram dos premiados discos Samba pras crianças, de 2003 e Forró pras crianças, de 2006.

Mensalmente, entre maio e novembro, o Teatro 1 do CCBB Brasília receberá Zé Renato para mediar encontros no qual o cantor terá como convidados mais um músico e uma personalidade de diferentes áreas para discutir as infinitas possibilidades de diálogo entre música e temas como cinema, futebol, culinária, humor, meio ambiente, televisão, carnaval, infância, política e artes cênicas. É o Projeto “Música Mais” (Música +) no CCBB-Brasília.

O universo infantil gerou uma infinidade de músicas maravilhosas, desde as cantigas de roda, passando pelos “Disquinhos”, de autoria de Braguinha, o LP e especial de TV “Arca de Noé” 1 e 2, de Toquinho e Vinícius de Moraes, o disco e espetáculo teatral “Os Saltimbancos”, de Chico Buarque, até o recente “Partimpim”, de Adriana Calcanhoto.

No dia 30/06, 5a feira, a escritora Ana Maria Machado é uma das convidadas do projeto Música + CRIANÇA com Zé Renato. Ana ocupa a cadeira número 1 da Academia Brasileira de Letras e é conhecida por seus livros infantis. Ganhou em 2001 o mais importante prêmio literário nacional – o Machado de Assis.

Projeto Música + no CCBB Brasília

O outro convidado é Marcelo Caldi, um dos maiores acordeonistas de sua geração, além de pianista, cantor, arranjador e compositor sinfônico. É um dos responsáveis pela revitalização da sanfona no cenário contemporâneo. Criou uma linguagem jovem e cosmopolita para o tradicional timbre sertanejo, passando por rock, jazz e música eletrônica, além de resgatar o antigo elo do instrumento de fole com choro, samba, pagode, valsa, salsa, entre outros. Em 2014, lançou o EP “Maré cheia, maré baixa”.

“Serão conversas informais entremeadas por música, não descartando, inclusive, a participação do público”, conta Zé Renato.

Todas as edições serão às 19h30. A entrada custa R$20 e R$10 (meia).

Classificação indicativa: 12 anos

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!