Passagem da Tocha Olímpica por Brasília

Passagem da Tocha Olímpica por Brasília

Brasília será a primeira cidade brasileira a receber a tocha dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A chama desembarca no País no dia 3 de maio, após começar a sua jornada, em 21 de abril, na Grécia, onde será acesa em Olímpia, cidade-berço dos Jogos. A Tocha está prevista para chegar na cidade por volta das 5h40 do dia 3 de maio, no Aeroporto Internacional de Brasília. Além do Eixo Monumental, o símbolo dos Jogos Olímpicos passará por vias de Taguatinga, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Riacho Fundo, Setor Comercial Sul e Asa Sul. O fogo olímpico percorrerá 105 km no DF, sendo 45 km nas mãos de 143 condutores. O trajeto termina às 20h30 em uma celebração na Esplanada dos Ministérios. A programação cultural do encerramento, o nome dos condutores da Tocha e os custos operacionais serão divulgados na próxima semana, após o aniversário de Brasília. Entre os pontos turísticos agraciados com a passagem do revezamento da Tocha Olímpica estarão a Igrejinha, na Asa Sul, o Senado Federal e a Câmara dos Deputados e o Palácio do Itamaraty.

Segundo o governo, não haverá ponto facultativo e a ideia é que a tocha passe pela cidade em pleno funcionamento. As vias serão interditadas cerca de dez minutos antes da chegada do comboio em cada local e liberadas assim que a comitiva passar. Estacionamentos próximos ficarão fechados durante todo o dia (veja mapa acima). A Tocha passará por 329 cidades dos 26 estados, além do Distrito Federal, até chegar ao Estádio do Maracanã em 5 de agosto, quando o último condutor acenderá a Pira Olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos.

Eixo Monumental
No primeiro trecho do revezamento, na Esplanada dos Ministérios, o trânsito será interrompido a partir das 9h em todas as faixas do Eixo Monumental (S1 e N1), da Catedral até a L4 Sul. A previsão é que a área esteja liberada até as 11h30.

Os estacionamentos entre a arena e o Colégio Militar de Brasília e os do Complexo Aquático Cláudio Coutinho serão fechados na noite anterior, às 19 horas, e reabertos às 13 horas de 3 de maio.

A via entre o estádio e o complexo também ficará fechada pelo mesmo período. Na Rodoviária do Plano Piloto, o trajeto passa pela plataforma superior até próximo do Teatro Nacional e retorna pela frente do Conjunto Nacional e do Conic. A previsão é de que o percurso seja terminado em 40 minutos — das 18h15 às 18h55.

Lago Sul
Na Ponte Juscelino Kubitschek, onde o condutor da tocha descerá de rapel para o Lago Paranoá, o trecho da faixa da direita no sentido Lago Sul será isolado às 10h, e a expectativa é que esteja livre novamente por volta do meio-dia.

Taguatinga
Na Avenida Central de Taguatinga, apenas a pista que segue em direção à Praça do Relógio ficará fechada, por volta das 14h às 15h. No outro sentido,haverá retenção do fluxo no momento em que a tocha atravessar a região administrativa, a partir das 14h50, por cerca de três minutos, conforme a previsão.

Na Avenida Comercial Sul, os dois sentidos ficarão totalmente interditados, das 14h10 às 15h45. No Pistão Sul, haverá desvios a fim de impedir o acesso à região interrompida da Avenida Comercial. Como rota alternativa, o transporte coletivo usará a Samdu e o Pistão Sul.

Riacho Fundo I
No Riacho Fundo I, apenas a pista da Avenida Central, no sentido administração regional, fechará das 16h10 às 16h45. No dia 2 de maio, serão bloqueados os estacionamentos desse lado da pista. As alternativas durante o percurso na região serão as ruas internas das quadras.

SERVIÇO

Shows pela passagem da Tocha Olímpica por Brasília
Local: Esplanada dos Ministérios, altura da Biblioteca Nacional de Brasília
Horário: das 16h às 23h
Atrações: Ellen Oléria, Renata Jambeiro, Dhi Ribeiro, Zé do Pife e as Juvelinas, Zé Regino, Mamulengo Presepada, Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, Boi do Seu Teodoro e Associação Cultural Namastê. No encerramento, apresentam-se Diogo Nogueira e Daniela Mercury.

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!