Mostra ComCiência no CCBB Brasília em janeiro/16

Foto: Carol Quintanilha

Para trazer a questão das mutações genéticas para o território da arte, a artista australiana Patricia Piccinini se utiliza do realismo como linguagem, apresentando ao espectador um universo de criaturas desconhecidas, porém palpáveis e surpreendentemente afetuosas. ComCiência, um neologismo que carrega sentido duplo, conectando consciente e ciência, propõe ao público um percurso narrativo entre esculturas, desenhos, fotografias e vídeos. Sucesso absoluto em São Paulo, a exposição chega ao Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília a partir de 21 de janeiro de 2016, onde fica em cartaz até 4 de abril.

patricia_piccinini_ccbb

TSA_ART_patricia-piccinini-sculptures-25

Comforter-910x769

PP_181109_003-843x1200

Em “ComCiência”, cerca de 25 dessas criaturas nunca vistas prometem encantar o público não só pelo virtuosismo técnico, mas sobretudo por despertar uma série de indagações acerca do mundo contemporâneo, dos efeitos da ciência e dos limites morais e éticos do ser humano. Produzidas em estúdio em Melbourne, as figuras são feitas de silicone, fibra de vidro e outros materiais que se assemelham aos usados nos efeitos especiais do cinema.

Todo o centro cultural será tomado pelas bizarras figuras (esculturas, relevos e desenhos) da artista. Segundo o curador Marcello Dantas, a proposta é ativar todo o CCBB como sendo o lugar onde esses seres vivem, comem, dormem. Peças icônicas como: Big Mother (uma figura agigantada, que se assemelha a uma macaca e amamenta um bebê); The Conforter (uma menina toda coberta de pelos acalenta um pequeno ser, de pele macia e pés fofos como um bebê humano, mas que tem uma boca agigantada e sem olhos) –; ou ainda The Observer (2010), um curioso menino que observa o mundo de um ponto de vista privilegiado e perigoso, o alto de uma pilha inclinada de cadeiras.

designboom-skywhale-patricia-piccinini06

1368275337223

1405581347555.jpg-620x349

No dia 20/01 ATUALIZAÇÃO: O voo do Skywhale, que seria realizado dia 20/01 na Esplanada dos Ministérios, foi transferido para o dia 21, devido às condições climáticas de Brasília. A escultura Skywhale é uma obra inflável que se apresenta como uma criatura colossal, híbrido de mamífero voador e aquático. O voo será pela Esplanada, dia 21/01, a partir de 16h30. No dia 23/01, o balão ficará exposto no CCBB. A artista estará presente. Patricia Piccinini realizará palestra no mesmo dia, às 19h, na qual ela discorre sobre seu processo criativo, no do Teatro I do CCBB-Brasília. Para a palestra, a classificação indicativa é acima de 14 anos. Para a exposição e voo do Skywhale, a classificação indicativa é livre e a entrada é franca.

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!