wecanblogit

Melhores textos sobre maternidade

Todo mês, separamos aqui os melhores textos sobre maternidade que encontramos em nossas andanças pela rede. No mês de novembro, os textos que mais chamaram a nossa atenção foram estes:

Santa Chatice, por Denise Fraga. “Não havia jeito e, de pergunta em pergunta, eu ia me sentindo aquela mãe chata que eu temia ser. (…) Decidi, então, falar mais do que pedir que falassem.”

A Metamorfose, por Cris Guerra. “E então um belo dia você se levanta e já não é mais uma. É plural. Seus braços já não se fecham, seus olhos passeiam ansiosos pela volta. E a volta é sempre para ele — ou ela. Você se levanta e já não caminha só.”

Você pode estar criando um coitadinho. É isso que você quer?, por Mônica Raouf El Bayeh . “Alô! O filho é seu! Fácil cuspir a culpa em quem não tem. Difícil é assumir, se desculpar, responsabilizar. Estamos criando monstros. Plantas moles, frágeis, sem tronco. Parasitas que não sabem dar frutos. ‘Coitadinhizar’ crianças é matar a capacidade delas serem pessoas melhores. Coitadinhos são pessoas incapazes de construírem a própria felicidade. Muito triste produzir um coitadinho. Aprender a obedecer, a respeitar, a não prejudicar o outro não é castigo, é lição.”

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!