IMG_6656_RB_1

Natal Luz de Gramado com criança

Natal Luz de Gramado com criança

Ano passado, eu passei 11 dias com minha família (marido e uma filha) em Gramado, para finalmente conhecer o Natal Luz (sonho da minha vida, eu AMO o Natal!). E eu não me decepcionei! Simplesmente AMEI as cidades (no plural, pois além de Gramado, visitei também Canela), os espetáculos, tudo, tudo! Como as vendas para os shows do Natal Luz já estão abertas (o espetáculo começa dia 30 de outubro e vai até 17 de janeiro de 2016), vou deixar aqui as minhas dicas para aproveitar o Natal Luz de Gramado com criança (relembrando que a minha filha Júlia tinha 3 anos e meio quando fomos ano passado).

INGRESSOS

Como mencionei, os ingressos pro Natal Luz já estão à venda. Todos os sites que pesquisei antes da minha viagem aconselhavam a comprar os ingressos online, com antecedência, para não correr o risco de esgotarem os shows pretendidos. Mas eu me enrolei na época, e deixei para comprar tudo lá em Gramado mesmo – ARRISQUEI e dei sorte. Tentem não fazer isso… Fiz a compra no centro da cidade, no Palácio dos Festivais (onde acontece o Festival de Cinema de Gramado). Por sorte, achei ingressos para todos os espetáculos que eu quis ver. E mesmo tendo alugado carro, nós optamos por comprar os ingressos com o transporte hotel-evento-hotel, para não nos preocuparmos com vagas, trânsito pesado para sair dos locais, ou até mesmo errarmos o caminho de volta para o hotel (é muito fácil dirigir em Gramado, mas nos primeiros dias optamos por não dirigir de noite na cidade).

HOTEL

Reservamos o Hotel Quero-Quero pelo booking.com. Ele não fica no centro de Gramado, fica um pouco mais afastado. A gente gostou bastante: a equipe do hotel era muito simpática e prestativa, o hotel era bem limpo, quartos arejados, café da manhã colonial muito gostoso.

CARRO

Para o aluguel de carro, em Gramado/Canela, recomendo o Sr. Celestino, da empresa Integração. Alugamos com ele um carro popular com cadeirinha de criança e foi tudo super tranquilo. Contatos: (54) 3286 1534 | (54) 9215 6170 | (54) 9176 9146 | contato@integracaoturismo.com.br

É bem fácil dirigir em Gramado e Canela: as ruas são bem sinalizadas, e as atrações turísticas são próximas (apenas uns 10km separam Gramado de Canela).

A principal avenida da cidade, a Borges de Medeiros, foi revitalizada recentemente, com o alargamento das calçadas e instalação de rampas de acesso, o que facilita muito a vida de quem está com carrinhos de bebês e também quem é cadeirante.

SHOWS PAGOS

Nós compramos ingressos para o Nativitaten, Grande Desfile de Natal e  A Fantástica Fábrica de Brinquedos do Papai Noel (que este ano, em comemoração aos 30 anos do Natal Luz, está se chamando Natal pelo Mundo). Desses, eu pessoalmente não gostei e não recomendo ir ao Nativitaten com crianças pequenas. Esse espetáculo é uma ópera, com muita luzes e fogos de artifício, e a Júlia se assustou muito. Já eu e meu marido achamos chato… Para nosso azar, no dia ainda choveu MUITO e o espaço não é coberto (compreensível, já que é um espetáculo com fogos de artifício), então acabamos o show completamente encharcados e sem ter gostado.

Já o Grande Desfile de Natal e a Fantástica Fábrica de Brinquedos arrancaram muitos sorrisos da minha pequena e muitas lágrimas de emoção minhas. Valem muito a pena!

(Todas fotos postadas aqui são pessoais. Reprodução proibida)

  • Grande Desfile de Natal:

O Grande Desfile de Natal acontece na ExpoGramado, em um pavilhão coberto que, guardadas as devidas proporções, me lembrou o Sambódromo do Rio de Janeiro. Nós nos sentamos em arquibancadas e assistimos aos 270 metros do desfile, que é dividido em duas partes: a Fé, que conta a história do nascimento do menino Jesus, com o presépio e outros símbolos religiosos; e a Festa, que mostra os ícones do Natal, como o Papai Noel, os biscoitinhos de Natal, os soldadinhos de chumbo. É muito lindo!

gramadoRB_5

gramadoRB_11

gramadoRB_19

gramadoRB_18

gramadoRB_17

  • A Fantástica Fábrica do Papai Noel:

A Fantástica Fábrica do Papai Noel é um teatrinho infantil, que contava a história da menina Sofia, que não acredita na magia do Natal. Um dia, em sonho, ela é levada para a fábrica do Papai Noel, onde percebe que a mágica só acontece se ela acreditar. Também super recomendo!

gramadoRB_3

gramadoRB_7

gramadoRB_9

Dicas para ambos os espetáculos:

– vocês estão vendo a Júlia beeem agasalhada na foto acima, né? Gramado em outubro/novembro pode até fazer um calorzinho durante o dia, mas de noite a temperatura sempre cai, e muito! Teve dias de pegarmos 20º C durante o dia/tarde e 9º C ao chegar nos locais dos espetáculos!

– A Fábrica de Natal acontece perto do Lago Negro, e no local o piso é de cascalho. Já na ExpoGramado, onde acontece o Grande Desfile de Natal, o piso é de brita. Por isso, usem calçados confortáveis e sem salto.

– Quem vai com criança e com transporte contratado: os espetáculos acontecem a partir de 20h30, 21h, mas os ônibus saem buscando as pessoas pelos hotéis a partir de 19h30. Então, dêem um lanche super reforçado para as crianças (no nosso hotel só era servido café da manhã, então nós tomávamos um lanche em algum café colonial perto – delícia!). Nos espetáculos não tem o que jantar (só pipoca, churrasquinho ou suco/refrigerante) e as coisas são caras…

SHOWS GRATUITOS

O Natal Luz também oferece muitas atrações gratuitas, todos os dias, em diversos horários: corais, cantatas, teatrinhos infantis… Não esqueça de solicitar o livreto com toda a programação assim que chegar no seu hotel, para já ir montando uma agenda para não perderem nada! As atrações que a gente mais gostou foram:

  • Show de acendimento

O Show de Acendimento contece todos os dias, no cruzamento da Avenida das Hortênsias com a Avenida Borges de Medeiros, em frente à Igreja Matriz São Pedro, a partir das 20h. É uma atração de 7 minutos, com sons e efeitos de iluminação sincronizados na grande árvore de Natal na frente da Igreja, que culminam no acendimento das luzes da cidade. A dica é chegar cedo, e se estiver de carro, tentar estacionar por perto (e não se preocupe com as vagas de estacionamento rotativo, depois de 18h45 não tem mais cobrança). Sempre leve agasalho, a temperatura sempre cai bastante à noite.

IMG_5896_RB

Igreja Matriz São Pedro e a grande Árvore de Natal, onde acontece o show de acmento.

  • Árvore cantante

arvorecantanteRB

A Árvore Cantante é um coral de crianças, posicionado em forma de árvore de Natal, e algumas bailarinas, que realizam coreografias. O coral canta músicas de Natal e músicas populares (Beatles, por exemplo). É lindo demais!! Acontece na Rua Coberta, por volta de 20h, e são disponibilizadas cadeiras em frente ao coral. A preferência é para idosos e crianças, mas nós chegamos cedo e conseguimos sentar nós três na última fila, liberados pela organização do espetáculo. Continua valendo a dica de chegar cedo, e se estiver de carro, tentar estacionar por perto (e não se preocupe com as vagas de estacionamento rotativo, depois de 18h45 não tem mais cobrança). Sempre leve agasalho, a temperatura sempre cai bastante à noite.

  • Vila de Natal

gramadoRB_1

gramadoRB_2

A Vila de Natal fica na ExpoGramado, e tem várias atrações gratuitas, pecinhas de teatro infantil, brinquedos, feira de produtos de Natal, uma mini-casa do Papai Noel. Vale a pena passar uma tarde lá (confira as atrações no livretinho que você vai pegar no hotel).

  • Tannenbaumfest

É um dia na semana em que todas as lojas, empresas, hotéis e restaurantes enfeitam os pinheirinhos de Natal ao longo da Avenida Borges de Medeiros. Vale a pena assistir e participar.

  • Parada de Natal

A Parada de Natal acontece todas as tardes na Avenida Borges de Medeiros: uma banda toca músicas de Natal em um ritmo mais carnavalesco, e o Papai Noel desfila com a Mamãe Noel em um carro estilo calhambeque, todo decorado com motivos natalinos.

  • Orquestra de violões de Gramado

Apresentações diárias na Rua Coberta, apresenta concertos de violões com temas natalinos, rock, música clássica e tradicional. Muito bom!

OUTROS PASSEIOS

  • Aldeia do Papai Noel (Parque Knorr)

Lugar FANTÁSTICO! Fica numa parte mais alta no centro da cidade, e funciona diariamente. Tem a casinha do Papai Noel, toda mobiliada (original em estilo bávaro), as renas (de verdade!) do Papai Noel, Praça da Neve, Árvore dos Desejos, Chalé dos Ursos, Chafariz, presépio com bonecos eletrônicos, oratório, museu de brinquedos antigos, trenzinho para passear pelo parque, monorail e a oficina de brinquedos do Papai Noel (que quando fomos estava “desativada”, pois estava servindo de hospedagem para mais de 50 Papais Noéis, que foram participar do 10º Festival de Papais Noéis de Gramado, em novembro de 2014). Uma curiosidade sobre o dia em que visitamos a Aldeia: já era nosso 4º dia em Gramado e eu estava reclamando de não ter visto nenhum Papai Noel pela rua (e, de fato, se vê poucos: a cidade está toda lindamente decorada para o Natal, mas Papai Noel mesmo – homens vestidos de Bom Velhinho – não se encontra facilmente…). Daí que nesse dia quando chegamos lá, chegamos junto com a comitiva dos participantes do Festival de Papais Noéis, e eu me emocionei muito, haha! Nunca tinha visto tantos Papais Noéis juntos! É um passeio sensacional, mesmo que esteja chovendo (pois tem lugares para se abrigar).

gramadoRB_13

gramadoRB_12

gramadoRB_10

gramadoRB_16

gramadoRB_15

gramadoRB_8

Fomos na primeira manhã da viagem, e demos sorte de ter feito um dia lindo e quente. Encontramos um casal de amigos lá, que têm um filho da idade da Júlia, e os pais da nossa amiga. Foi ótimo termos passado o dia lá com eles. As crianças curtiram muito, alguns animais ficam soltos, a vista do mirante para as montanhas e vales de Gramado é perfeita. Nesse dia optamos por comprar o ingresso conjugado com o Parque Gaúcho, e almoçamos por lá. Comida regional deliciosa (restaurante temático), e as atividades lúdicas sobre o gaúcho do passado, com espaço temático interativo que reconstitui uma vila do interior do pampa no século XVIII, foram interessantes para nós e as crianças. Nesse dia, passamos manhã e tarde (até umas 16h) envolvidos nessa programação. Passeio interessante se NÃO chover.

Atração clássica de Gramado, é um parque em forma de mini cidade. Tudo é perfeitamente miniaturizado: importantes obras da humanidade, como castelos europeus, prefeituras, estações ferroviárias, igrejas, torre de televisão, casas antigas, aeroporto e metrô. São quase 140 construções, um trabalho minucioso e detalhista, incrível de ser ver! Além disso, lá tem uns personagens próprios, que andam pelo parque interagindo com as crianças. Um único porém: o local é pequeno. Pelas fotos de Internet, parece um parque enorme, achamos que íamos passar o dia inteiro lá (um dia que ameaçava chuva), mas numa manhã você mata esse passeio. E não é interessante ir se chover.

gramadoRB_21

O Mundo a Vapor é outra atração clássica da viagem: é um parque temático estilo museu, dentro de um prédio. Ao chegar lá o turista se depara com a reconstituição, em tamanho real, de um acidente que aconteceu de verdade, em 1895: uma locomotiva desgovernada cruzou em alta velocidade a estação de Montparnasse, em Paris. Lá dentro, vamos ver máquinas a vapor em tamanho real e em miniatura, pequenas fábricas – de papel, ferraria, olaria, serraria a vapor, siderúrgica e outras mini fábricas, com demonstrações super interessantes – para adultos e crianças mais velhas. Júlia aos 3 anos achou tudo muito tedioso, mas eu e o pai dela achamos muito legal! Tem um passeio de trenzinho lá dentro, incluído no ingresso, mas nós não conseguimos fazer porque estava chovendo muito. Também é uma atração que, pelas fotos de Internet parece grande, mas que você termina tudo em apenas uma manhã. É interessante ir se estiver chovendo.

  • Mundo Encantado

É uma casa que mostra a história de Gramado através de 7 cenários de miniaturas. O trabalho é lindo, mas particularmente eu não repetiria o passeio.

  • Lago Negro

gramadoRB_22

AMAMOS! É um lugar lindíssimo, com águas muito escuras, margeado por árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha (daí o nome Lago Negro), além de hortênsias e azaléias. A grande atração são pedalinhos em formato de cisnes e caravelas. Vale muito a pena!

  • Tour pelo Vale dos Vinhedos com almoço e ingresso para a Maria Fumaça

gramadoRB_23

Nós fizemos esse passeio logo no segundo dia, e Júlia estava super disposta. Não é um passeio fácil ou interessante para crianças pequenas, já que a atração mais legal – a Maria Fumaça – é a última parte do passeio, e ficar o dia inteiro ouvindo sobre vinhos só é legal para os adultos. Mas como era o segundo dia, estávamos recém-chegados e com energia, ela aguentou super bem. Conhecemos a vinícola Miolo, almoçamos em uma cantina típica italiana, e nós três AMAMOS o passeio de Maria Fumaça! Vale muito a pena fazer esse passeio (vinhedo + cantina + Maria Fumaça) com criança, mas a dica é fazer logo nos primeiros dias, quando todo mundo ainda está no gás, porque ele é bem cansativo (sai às 7h30 de Gramado, se anda o dia todo, e só se volta pro hotel depois de 19h).

  • Parque de Lavanda

gramadoRB_20

O Parque de Lavanda foi uma ótima surpresa! Vimos a placa na rodovia, quando estávamos indo para o passeio dos vinhedos, e ficamos interessados. Passamos uma tarde muito gostosa (e cheirosa!) lá. Passeamos pelas estufas, pelos jardins, Júlia brincou numa casinha de madeira que tem por lá… Maravilhoso! A entrada é gratuita, e o Parque abre de terça a domingo, de 9h30 às 17h30. Muitas grávidas e noivos fazem fotos lá. Se estiver fazendo sol, não deixem de ir! A lojinha é ótima, e a lanchonete super gostosa.

CANELA

Nós passamos apenas um dia em Canela: fomos lá comprar o ingresso de um show que queríamos ver, mas já não tinha uma data em que pudéssemos aproveitar. Acabamos visitando apenas a Catedral de Pedra, passeamos pelo centrinho, pela Praça de Canela (onde tem vários mercadinhos de artesanato), e almoçamos por lá, no restaurante Empório Canela (muito bom!). As principais atrações de Canela são o Parque do Caracol (com a famosa cachoeira do Caracol), o Alpen Park e a Terra Mágica Florybal – esses dois últimos são parques de diversões no estilo aventura, com montanha russa, tirolesa, dinossauros. Como ano passado Júlia estava passando por uma fase meio “medrosa” com esse tipo de diversão, avaliamos que ela não ia aproveitar, e então não fomos a esses lugares. Deixaremos para retornar quando ela estiver mais velha e mais segura.

SNOWLAND

Esta foi a maior angústia e arrependimento da viagem: deixei para ir lá pelos últimos dias, primeiro porque Júlia na época da viagem tinha 3 anos, e a entrada lá é para crianças de 4 anos para cima, então fiquei receosa de ir no começo da viagem, ela ser barrada e ficar muito frustrada o resto da viagem inteira. Depois, decidi ir mais para o fim da viagem mesmo, porque a temperatura lá é -4º C, e se um de nós se resfriasse e ficasse doente, já estaria perto de voltar pra casa. O que eu não poderia esperar era que Júlia realmente ficasse doentinha no fim da viagem, com febre e mal estar… Daí, para que ela não piorasse, abdiquei de ir ao SnowLand, mas confesso que sofri MUITO. Era o que eu mais queria ir! Fica pra uma próxima…

RESTAURANTES 

TODOS os restaurantes a que fomos foram kids-friendly. Os garçons sempre muito solícitos ofereciam de imediato cadeira mais alta, ou assento de elevação, para a Júlia sentar à mesa, papel e giz de cera em todos os restaurantes que entramos, e sempre ofereciam fazer, fora do cardápio, algum prato que ela preferisse comer e não constasse no menu. Os dois que mais gostamos foram a Pizzaria Cara de Mau, em Gramado, com uma brinquedoteca excelente e divertida; e a casa de fondue República do Xico, em Canela, com monitoramento por câmera do espaço kids – além de ter sido a melhor sequência de fondue que já comi!

restôsgramado

Restaurantes indicados no Instagram do Roteiro Baby na época da viagem – clique na imagem para ser redirecionado à postagem original.

COMPRAS

Uma coisa que eu achei MUITO legal em Gramado, além de todo o clima de Natal (o que era um sonho pra mim!) foi a igual importância dada à Mamãe Noel nas comemorações e atrações da cidade (coisa que eu vejo pouquíssimo aqui em Brasília, por exemplo. Não vejo a Mamãe Noel nos shoppings, nem acho a boneca para comprar, se quiser). Na parada de Natal de todo dia no centro da cidade, nas ilustrações pelas ruas e produtos de vestuário, nas decorações das lojas, Papai Noel e Mamãe Noel estão sempre juntos, muito lindo! Percebi que a Júlia também notou essa diferença, pois ela sempre que entrava nos lugares perguntava logo pela Mamãe Noel, como que para conferir que ela estaria lá também.

Enfim, sobre compras, eu não comprei muita coisa. As roupas de frio são para um frio que não se faz em Brasília… Comprei alguns itens de decoração de Natal (toalha de mesa, algumas roupas com motivos natalinos, chocolates, enfeites para a casa e para a árvore). Gramado é maravilhosa, mas é cara. E meu foco não eram as compras, e sim viver aquela atmosfera, aquele cheiro de chocolate e Natal, ouvir as músicas, ver as decorações. Sugiro que tirem algumas tardes para andar pelo centrinho de Gramado, pela principal avenida da cidade, a Borges de Medeiros, que tem diversas lojinhas, cafés, restaurantes, casas de chocolate. É maravilhoso demais!

É isso! Foi uma viagem dos sonhos para mim, que amo o Natal! Poder ir com minha filha e meu marido, viver essa viagem com eles, foi emocionante. Muitas vezes ficamos retornando às fotos para lembrar.

Caso você tenha uma boa dica que eu não tenha mencionado acima, por favor, deixe-a nos comentários abaixo. Para você que está indo este ano: BOA VIAGEM!

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!