roteiro-baby-congestao-nasal-gravidez

Lota para alívio da congestão nasal na gravidez

É muito comum que muitas mulheres sofram com congestão nasal durante a gravidez, devido ao aumento do volume sanguíneo do organismo nesse período que, associado às transformações hormonais, levam ao acúmulo de líquidos nas mucosas nasais. E é justamente a formação desses edemas que é responsável por manter o nariz da futura mamãe escorrendo e entupido, especialmente no terceiro trimestre. (Fonte: site Vida de Bebê) Além disso, não é recomendável que se use descongestionantes nasais – de modo geral não se recomenda o uso desses remédios, mas especialmente durante a gravidez é fortemente indicado que a gestante NÃO os use. Descongestionantes nasais são vasoconstritores e causam alterações no batimento cardíaco e na pressão arterial, e prejudicam o fluxo sanguíneo da placenta.

Eu tenho rinite alérgica crônica, e isso somado à gravidez da Júlia, me fez sofrer bastante nos primeiros meses – muita coriza, nariz entupido 100% do tempo, a sensação de “afogamento” era constante. Eu só fui ter muito alívio a partir do 5º mês de gravidez, quando iniciei um tratamento com acupuntura com a Drª Erika Nery (indico FORTEMENTE!) e lavagens nasais com um utensílio chamado LOTA  (pronuncia-se lôta):

roteiro-baby-lota

O lota é um jarrinho de cerâmica esmaltada, que você encontra pra vender em casas de produtos naturais. Tradicionalmente, ele é um instrumento de kriya yoga – processos de purificação e equilíbrio dos sistemas orgânicos e sutis – específico para a higienização das vias nasais (jala neti). Sua aplicação vai além dos praticantes de Yoga, tendo benefícios comprovados no auxílio ao tratamento de diversos males respiratórios, como rinite, sinusite, resfriados alérgicos, alergias respiratórias, efeitos da exposição à poluição e ao ar condicionado; com a vantagem de ser totalmente natural. 

Você também pode usar o NASAL POTE (que é o que eu uso hoje): um pote de plástico projetado para as lavagens nasais.

roteiro-baby-nasal-pote

Como proceder: use água filtrada na temperatura do corpo (no meu caso, a temperatura do meu corpo é a água aquecida em 16 segundos no microondas, mas vá testando com MUITO cuidado para não se queimar. O teste é você aquecer a água e testar no dorso da mão – se ficar confortável, esta é a temperatura do seu corpo) com uma colher de chá rasa de sal (o Nasal Pote vem com uma colher de medida). Encaixe o bico do Lota ou Nasal Pote numa das narinas, incline a cabeça para frente e para o lado deixando a boca entreaberta e respire pela boca devagar. Vá inclinando o pote para que a água entre por essa narina e saia pela outra. Assim:

roteiro-baby-jala_neti

Alterne as narinas. Quando terminar a água do pote, assoe LEVEMENTE o nariz (se assoar com força o ouvido vai “pipocar” e vai doer).

À primeira vista, parece nojento que a água entre por uma narina e saia pela outra. Mas o alívio é imenso! O princípio é o da osmose, que a gente estudou no 2º grau: a água salinizada (mais concentrada) “puxa” as secreções menos salinizadas (menos concentradas) – e olha, já vou avisando… Sai MUITA secreção do nariz, écati!! – o que alivia bastante os sintomas de congestão e entupimento.

Cuidados: não incline demais a cabeça para o lado, a água pode escorrer para a garganta e para os ouvidos. Não coloque NADA além da mistura de água filtrada e sal no lota. Após o procedimento, não assoe o nariz com força para não pipocar os ouvidos.

Como uma imagem vale mais que mil palavras, vejam como fazer neste vídeo explicativo:

Quando grávida, eu fazia as lavagens duas vezes por dia. Hoje em dia, faço uma vez a cada três dias, ou quando o “bicho pega” muito (nesta época pré-seca e na seca de Brasília, faço mais vezes), de preferência à noite, para dormir bem com o nariz limpo e desentupido.

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!