Cruzeiro Disney: navio Disney Dream

O Capitão Mickey é lindo!

Disney Cruise

Em setembro/2014, eu fiz e amei um Cruzeiro Disney pelas Bahamas, de 4 noites, saindo de Porto Canaveral no navio Disney Dream, que é considerado o 4º melhor navio do mundo.

Passamos um dia em alto mar, um dia em Nassau (capital das Bahamas), um dia em Castaway Cay (a ilha particular da Disney no Caribe) e mais um dia em alto mar. Achei quatro noites bem agradável, pois são suficientes para aproveitar todas as atividades que o navio oferece, sem enjoar do passeio. No entanto, em uma próxima oportunidade, pretendo escolher 5 noites para descer duas vezes em Castaway Cay.

A Disney possui uma frota de quatro navios, todos de luxo: Fantasy, Dream, Wonder e Magic, que desde 1998 encantam seus hóspedes com muita magia e luxo. O padrão de atendimento (1 tripulante para cada 3 hóspedes) é o mesmo em todos os navios e o que muda é o tamanho, a estrutura e os itinerários. O Magic e o Wonder tem capacidade para 2700 passageiros e 1000 tripulantes. O Dream e o Fantasy tem capacidade para 4000 passageiros e 1500 tripulantes. O Disney Fantasy é o mais novo dos navios da Disney e é idêntico ao Disney Dream. No entanto, o Fantasy é mais novo: está em operação desde 2013 e o Dream desde 2011. O Magic e o Wonder são menores e possuem o mesmo tamanho. Eles eram idênticos até o Magic passar por uma reforma no final de 2013.

O Disney Dream faz cruzeiros de 3, 4 ou 5 noites para as Bahamas, enquanto o Disney Fantasy sempre faz cruzeiros de 7 noites para o Caribe. Os navios Disney Magic e Wonder são os que mais mudam de portos: fazem cruzeiros saindo da Flórida para Bahamas e Caribe assim como os outros dois, mas também vão para a Europa, Alasca e Havaí em itinerários mais longos

Os navios da Disney estão entre os 20 melhores Navios de Cruzeiro do Mundo, segundo o site www.cntraveler.com.

É importante registrar, ainda, que os Cruzeiros Disney são recomendados para famílias com algum integrante com necessidades especiais, já que são adaptados para cadeiras de rodas, emprestam cadeiras (inclusive umas especiais para andar na areia da praia), oferecem quartos enormes para cadeirantes e a tripulação é treinada para prestar toda a assistência necessária. Durante a minha viagem, muitas famílias com crianças e adultos especiais estavam a bordo, curtindo e elogiando o passeio.

IMG_0880_2

Bruna aproveitando a vista (pôr do sol em alto mar do caribe!) em uma das escotilhas do navio Disney Dream.

Me perguntaram bastante sobre idade mínima e ideal para os cruzeiros e sobre enjoos.

Portanto, quero lembrar que bebês menores de 6 meses não podem embarcar na maioria dos cruzeiros e que para cruzeiros mais longos (ex.: Transatlânticos) a idade mínima sobe para 1 ano.

Existe outra regra importante, que me faz concluir que a idade ideal para embarcar no primeiro Cruzeiro Disney é 3 anos (ou mais, se a criança ainda não estiver desfraldada). Isso porque as crianças precisam ter 3 anos e serem desfraldadas para usarem as piscinas de qualquer cruzeiro de companhia americana. Nem as fraldas próprias para piscinas podem ser usadas (e eu imagino que os brasileiros devem ser os únicos que levam crianças que ainda usam fraldas para fazerem xixi nas piscinas).

Para usar o Kids Club a criança tem que ter 3 anos E usar o banheiro sozinha, porque os monitores não podem ajudar. Vários passeios nos portos tem idade mínima também, mas a idade varia bastante de acordo com o passeio.

Minha filha fez esse passeio com 4 anos, completamente desfraldada e eu acredito que foi a idade ideal, já que ela pôde aproveitar muitas atividades oferecidas. Eu também optei por levá-la para a Disney pela primeira vez aos 4 porque muitas pesquisas indicam que a gente só é capaz de lembrar do que aconteceu após os 4 anos e eu desejei que essa fosse uma experiência inesquecível.

Eu costumo ter muitos enjoos, inclusive viajando de carro. Mas no navio, ninguém da nossa família ficou enjoado. Inclusive, nós sequer sentíamos o navio mexer e tínhamos que olhar pra fora para saber que o navio estava ou não se movendo. Para quem tem medo de enjoar, recomendo levar uma pulseira anti-enjoo SeaBand.

 O CRUZEIRO DISNEY É MELHOR ANTES OU DEPOIS DOS PARQUES DA DISNEY?

 Eu fui antes e iria novamente nessa sequência, já que o fato dos personagens serem mais acessíveis no Cruzeiro elimina aquela ansiedade das crianças por encontra-los.

Há quem prefira depois, já que o Cruzeiro é relaxante e uma oportunidade de “descansar” daquela maratona dos parques, mas o fato é que o Cruzeiro será delicioso de qualquer jeito!

Cruzeiro Disney Dream

Navio Disney Dream

1 – CHECK-IN ONLINE NO CRUZEIRO DISNEY

É possível fazer o check-in do seu cruzeiro Disney até 75 dias antes do embarque diretamente no site da Disney Cruise Line e eu sugiro que façam.

O mais importante do check-in pela internet é escolher um horário de embarque, de 30 em 30 minutos, das 11h às 15h30.

Nessa oportunidade, também é preciso escolher um dos dois horários do jantar e eu super recomendo que vocês jantem no segundo horário (20h), já que o primeiro é muito cedo (17h30). Quem janta no segundo horário, pode assistir aos shows do teatro no primeiro horário (porque também são dois por dia).

Quem não faz o check-in pela internet, preenche dados lá na hora, recebe senha para embarque e pode ficar algumas horas esperando para poder entrar no navio.

2 – AGENDAMENTO DE ATIVIDADES OPCIONAIS

No navio e nos pontos de parada existem serviços e atividades opcionais que você pode agendar como spa, passeios, restaurantes, pacotes de bebidas, bolo para comemoração, flores, cestas de frutas, caixas de chocolate e até um kit “bon voyage” ou de aniversário, que é usado para decorar o quarto.

Os agendamentos podem ser feitos previamente pela internet ou no navio, se ainda disponíveis.

Como as vagas são bem limitadas (não se esqueça que a capacidade do Dream, por exemplo, é de 4000 passageiros), sugiro que agendem pela internet, assim que adquirirem seus Cruzeiros. Eu adquiri meu cruzeiro com apenas 25 dias de antecedência do embarque e ao tentar agendar atividades extras, todas já estavam esgotadas.

Cruzeiro Disney

3 – A CHEGADA NO PORTO CANAVERAL

Se seu primeiro ou único destino em Orlando for o cruzeiro, sugiro chegar na cidade um dia antes do embarque no navio que, como mencionado, ocorre apenas até às 15h30. Essa sugestão evita que um atraso na chegada em Orlando prejudique o embarque no navio e pode permitir embarcar com menos bagagem.

Eu fiz assim e recomendo. Aluguei essa casa em Orlando, deixei parte da bagagem lá, descansamos e, no dia seguinte, fomos com carro alugado (1h30 de estrada) para Porto Canaveral.

É possível seguir para o porto com ônibus temáticos da própria Disney, que saem do aeroporto de Orlando e dos hotéis da Disney. O custo é de US$35 por pessoa e por trecho. Se você vai e volta com o ônibus, gastará US$70 por pessoa.

Se pegar o ônibus no aeroporto, você deve se dirigir ao Disney’s Magical Express Welcome Center, localizado no terminal B, 1º andar (level 1). Lá você já verá as indicações exclusivas para os passageiros do cruzeiro da Disney.

Estando de carro, você pode devolvê-lo em alguma locadora próxima ou deixá-lo no estacionamento do porto. Se optar por devolver, certifique-se que a locadora providencia transporte até o porto, pois as locadoras ficam bem longe e não é possível ir a pé.

Se preferir deixar o carro estacionado no porto como eu fiz, o custo total para 4 noites fica em torno de US$70.

Para quem for de carro, o endereço do porto é:

Port Canaveral Terminal A

9155 Charles M. Rowland Dr.

Port Canaveral, Fl

Cruzeiro Disney

Os personagens dão boas vindas logo no porto!

4 – PROCEDIMENTOS PRÉ EMBARQUE

Dias antes do cruzeiro, você recebe pelo Correio um kit contendo um livrinho com instruções e algumas etiquetas de mala, parecendo aquelas de aeroporto. Como comprei o Cruzeiro de uma agência, eles receberam isso e me passaram.

As etiquetas são super importantes. Você não deve esquecê-las, mas, se acontecer, é possível providenciar novas lá na hora.

IMPORTANTE: como o embarque começa 11h, mas só termina às 15h30, as malas só chegam na cabine no fim da tarde. Além disso, o acesso ao quarto só é liberado a partir de 1h30 (razão pela qual, eu preferi o embarque a partir desse horário).

Portanto, é muito importante embarcar com uma mala de mão, com documentos, troca de roupa para toda a família (biquíni, saída, chinelo, etc.) e nécessaire com todos os remédios e aquilo que você pode precisar até a sua mala chegar.

5 – VERIFICAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO E CHECK-IN DEFINITIVO

O passaporte com visto americano válido são os únicos documentos exigidos para embarque.

Também não é necessário nenhum certificado de vacina. No entanto, eu achei importante nos prevenir com algumas vacinas opcionais particulares (exemplo: Meningocócica Conjugada ACWY), já que sou neurótica teríamos contato com pessoas de todo o mundo.

Ao chegar ao porto, você deverá passar pela segurança, como ocorre num aeroporto. Lembrando que em Porto Canaveral o terminal utilizado é exclusivo da Disney. Em seguida suba as escadas e dirija-se aos balcões de check-in. Se fez o que eu falei no ITEM 1, você já preencheu todos os dados na internet e tem uma folha assinada em mãos. Entre na fila de Guest Check-in.

Apresente passaporte e a tal folha para o agente. Você deverá preencher uma ficha de saúde com duas perguntas básicas: se algum ocupante da cabine está apresentando tosse, dor de cabeça, dor no corpo, etc e se algum ocupante está apresentando vômito ou diarréia. Responda as perguntas e entregue a ficha.

O atendente então irá fotografar todos e entregar as tão desejadas Key To The World, que são as chaves das cabines.

É entregue também uma senha contendo uma letra. No alto-falante eles chamam pela letra e todas as pessoas que tiverem aquela senha devem se dirigir à entrada.

IMPORTANTE: antes de qualquer viagem internacional, é bacana procurar o Núcleo de Saúde do Viajante (da ANVISA) de sua cidade. Em Brasília, tem um núcleo dentro do Aeroporto e no HRan.

6 – A KEY TO THE WORLD

A Key To The World é um cartão exclusivo para cada passageiro, com seu nome, número da cabine, número da mesa nos restaurantes do jantar, a ordem dos restaurantes onde você vai jantar, letra da sua saída de emergência, horário do seu jantar, data do seu cruzeiro, nome do seu navio, indicação se você é adulto ou menor e se o cartão tem privilégios para compras ou não.

É bom pensar bem sobre autorizar as crianças a usarem o cartão para compras, já que o dólar está alto demais para brincadeiras! (Risos).

Sempre que você desembarcar em um porto, tem que levar o Key To The World. Sem ela você não entra no navio na volta.

Quando o cruzeiro acaba, você pode levar esse cartão.

7 – ENTRADA NO NAVIO DO CRUZEIRO DISNEY

A entrada é feita pelas orelhas do Mickey, que vale uma linda foto de recordação.

A Key To The World de todos os passageiros é solicitada para checagem e ao final do corredor é registrada uma foto da família.

Antes de entrar no navio, alguém anuncia a sua família no microfone e diz “bem-vinda, família Demczuk” (exemplo) e você passa por um corredor formado por tripulantes que aplaudem a sua chegada, te fazendo sentir “celebridade por um dia”.

IMPORTANTE: É possível agendar o encontro com as princesas (para tirar foto). Você marca no balcão de Port Adventures no dia do embarque ou no Guest Services, assim que entrar no navio. Os horários acabam bem rápido e eu sugiro que esta seja a primeira coisa a fazer quando entrarem no navio. Ao agendar, você receberá um papel com o dia e o horário marcados, como se fosse um ingresso.

Eu peguei essa dica no Blog da Andrezza e adorei, já que consegui participar da primeira sessão, que acontece na manhã do dia seguinte ao embarque.

8 – OPEN HOUSE

No dia do embarque, praticamente todas as áreas do navio estão em “Open House” para que todos possam visitar e conhecer. As áreas exclusivas para adultos podem ser frequentadas por crianças, as áreas das crianças podem receber a visita dos pais etc.

Durante o cruzeiro ocorrem outras oportunidades de Open House em algumas áreas, mas com duração bem menor. Esses momentos são informados no Personal Navigator (ITEM 14).

9 – TREINAMENTO

Pontualmente às 16h do dia do embarque ocorre um treinamento, que é obrigatório em qualquer navio.

Para início, toca uma sirene indicando que todos devem se dirigir ao ponto de encontro marcado na KEY. O local exato está sinalizado dentro da sua cabine, atrás da porta. Nosso ponto, por exemplo, era dentro do teatro.

O treinamento equivale a uma simulação de como proceder em caso de emergência. Portanto, é bacana fazer o percurso da cabine até o ponto de encontro para conhecer o caminho, caso precise. Durante o treinamento, que dura apenas 15 minutos, brigadistas fazem uma demonstração dos equipamentos de segurança que podem ser úteis.

Durante o treinamento, todas as áreas do navio ficam fechadas e após o mesmo, as Keys de todos são registradas para identificar quem não compareceu.

No caso do navio da Disney, não é obrigado a levar o colete salva-vidas para o treinamento, mas essa é uma oportunidade de saber onde ele está (no armário do quarto) e como ele funciona.

10 – REGISTRO DAS CRIANÇAS

Esse registro é importantíssimo já que no navio ou porto, você poderá retirar uma pulseira Magic Band para cada criança, com GPS, que só pode ser retirada pelo próprio Kids Club. A pulseira identifica a criança e permite que ela seja localizada caso se perca no navio.

O registro inicial pode ser feito na internet, no porto ou no navio. Eu sugiro que faça antes, pela internet, já que a ficha é extensa. Se fizer antes, guarde a senha, que será utilizada para retirar a pulseira de identificação no porto ou navio e para resgatar a criança nas atividades. Se não fizer antes, faça lá na hora, o mais rápido possível, por uma questão de segurança.

A pulseira tem um chip com todos os dados da criança e, ao aproximá-la do leitor, aparece o nome e foto da criança, o nome e a foto das pessoas que podem pegar a criança, a língua falada, eventuais restrições alimentares, alergias ou outros dados relevantes.

Se perder a pulseira, paga. E se quiser levar a pulseira de recordação após a viagem, paga também.

Cruzeiro Disney

O quarto do Andy (Toy Story) faz parte do Kids Club.

11 – O KIDS CLUB DO CRUZEIRO DISNEY DREAM

O Disney Dream tem Kids Clubs para 3 faixas de idade: 3 a 12 anos (Oceaneer Club e Oceaneer Lab), 11 a 14 anos (Edge) e 14 a 17 anos (Vibe). Eles funcionam das 9 da manhã até meia-noite, totalmente grátis. A creche, para crianças com menos de 3 anos, é paga por hora.

Eu só conheci o Oceaneer Club e o Oceaneer Lab, que são interligados, já que minha filha embarcou com 4 anos.

As crianças com menos de 8 anos só podem sair acompanhadas pelos adultos autorizados no registro. Crianças a partir de 8 anos podem entrar e sair quando quiserem se os pais autorizarem no registro.

Os adultos só podem visitar os Kids Clubs nos horários chamados Open House, que servem para conhecer o espaço e poder brindar junto com os filhos.

O Oceaneer Club (amei!) é mais infantil e tem 4 salas tematizadas, além da parte central onde ocorrem as brincadeiras. Tem o Quarto do Andy (Toy Story), a Academia dos Monstros S.A., o Pixie Hollow da Tinker Bell e o Explorer Pod do Nemo. Tudo muito lindo, interativo e apaixonante, principalmente para as crianças que já assistiram e gostaram desses filmes (dica).

Cruzeiro Disney

Uma das muitas atividades do Kids Club do Cruzeiro Disney Dream

O Oceaneer Lab é mais focado em brinquedos eletrônicos e salas de atividades. Percebi que as crianças maiores e, em especial, os meninos, curtem mais o Lab. Lá também tem um cineminha e área para diversão com animadores, além de estúdio de som, sala de artesanato, sala de desenho e muito mais.

Os espaços infantis ganham a presença dos personagens em vários momentos, como na Festa do Pijama com o Pluto, na Contação de História com a Bela Adormecida e na Dança com o Mickey.

Nos Clubs ainda acontecem teatros, festa fosforescente, festa com princesas e piratas, baile real, show de marionetes e muito mais.

Nos clubes Edge ou Viber, para adolescentes, eles entram e saem quando quiserem e eu não tenho muitas informações a respeito deles porque não conheci.

Na ilha da Disney (Castaway Cay) também tem Kids Club. O Scuttle’s Cove é um grande espaço com areia e brinquedos de areia próxima a uma área de água com chafarizes.

Nos Kids Clubs existem monitores que falam diversos idiomas e, quando eu estive lá, sempre havia, no mínimo, duas pessoas que falavam português. E se a criança quiser ir embora do Kids Club, os responsáveis enviam mensagens para o seu Wave Phone (ITEM 12).

Toda essa programação dos clubes pode ser conferida no Personal Navegator e no App (ITEM 14).

DICA: na entrada dos clubes infantis (e em outros locais) tem máquinas para higienizar as mãos até o antebraço. Existe um degrau próximo para que as crianças também utilizem (na companhia de um adulto) e a minha filha amava lavar toda hora. É uma questão de higiene e segurança, mas também é divertido para a criançada.

12 – O WAVE PHONE

O Wave Phone é uma espécie de celular que só funciona a bordo do navio e na ilha Disney (Castaway Cay). Cada cabine tem dois deles para facilitar a comunicação entre a família e entrar em contato com o Kids Club quando seus filhos estiverem lá.

O Wave Phone é gratuito e funciona super bem. Ele deve ficar na cabine ao final da viagem e, se danificado ou perdido, haverá custos.

13 – INTERNET

A bordo, só existe Wi-Fi gratuito no Vista Café e no Cove Café.

É possível adquirir pacote de Wi-Fi que funcione em todas as partes do navio e eu soube que a velocidade é muito boa. Para a internet paga, existem 4 pacotes: o que cobra por minuto utilizado ao custo de US$0,75 por minuto. Um segundo pacote pré-pago de 50 minutos por US$27,50, outro de 100 minutos por US$40 e o último de 250 minutos por U$75. Os planos podem variar de acordo com o número de dias do cruzeiro.

Para acesso, é preciso habilitar o Wi-Fi do celular, tablet ou notebook e escolher a rede “Disney-Internet-Guest“. Para login você preenche o primeiro e último nome, número da cabine, data de nascimento no formato mm/dd/aa e “change password” (trocar a senha). O inconveniente é que precisa “deslogar” toda vez que usa, senão o sistema continua consumindo seus minutos.

IMPORTANTE: além do pacote para acesso ao Wi-Fi, vocês ainda serão cobrados como roaming e o custo disso é altíssimo, o que contribuiu para que eu decidisse ficar off durante meu Cruzeiro.

DICA: toda vez que é feito login no APP (abaixo) para que ele atualize a programação, existe uma “janela” de Wi-Fi de alguns segundos que eu descobri na prática. Nesses primeiros segundos da atualização, eu consegui mandar alguns Whatsapp para amigos (mesmo estando em alto mar) e postar umas fotinhas no Instagram, compartilhando com amigos e leitores um pouquinho daquele passeio inesquecível.

14 – O PERSONAL NAVIGATOR e O APP DISNEY CRUISE LINE

O Personal Navigator é uma espécie de jornalzinho com a programação do navio para aquele dia. O do primeiro dia é entregue no check-in. Os demais são entregues na cabine a cada noite.

Ali você encontra horário de funcionamento de todas as áreas do navio, horário de encontro com os personagens e muito mais.

Caso você perca ou danifique o seu, é possível solicitar outro no Guest Services.

Ainda mais útil que o Personal Navigator impresso, é o “APP Disney Cruise Line”, que você deve baixar para usar a bordo. Além da programação completa do dia, o aplicativo permite que você “favorite” o que você deseja fazer e ele mesmo avisa, 15 minutos antes, que a atividade vai começar.

Ao reservar seu Cruzeiro e fazer login no APP, você vai ver o seu itinerário básico (se é um dia no mar ou se tem um porto etc.). Mas ao chegar no navio e atualizar o APP (fazendo login), você irá visualizar a programação detalhada.

15 – AS CABINES

O Disney Dream possui 1.250 cabines, de diversos tamanhos e preços e o melhor post online sobre elas é o do Blog Andrezza Dica & Indica Disney.

Eu me hospedei na Oceanview Stateroom with Verandah (cabines com varanda) e escolhi um andar do meio (6º). Elas medem 23m2, são bem confortáveis (com gavetas e armários em abundância e camas na altura adequada para guardar malas embaixo) e eu fiquei satisfeita.

A porta para a varanda tem uma tranca no alto, que impede que uma criança pequena alcance, ainda que subindo na mesa.

Todas as cabines têm uma mini sala com sofá cama e a opção de mais 2 caminhas que saem da parede (a do alto as crianças amam!) e que são montadas no final da tarde pela camareira. O serviço de limpeza e organização do quarto é excelente e realizado duas vezes ao dia!

Na minha cabine também tinha o banheiro no estilo Split Bathroom (que não é oferecido em todas as cabines). Trata-se de um banheiro dividido em dois (com duas portas): de um lado tem pia e chuveiro com banheira (padrão nos EUA), e do outro tem outra pia com o vaso sanitário. É bem prático e ajuda muito na hora de todo mundo se arrumar ao mesmo tempo.

E eu também adorei os shampoos, condicionadores e sabonetes da linha Mickey, que são cortesia.

IMPORTANTE: não se sabe como isso começou, mas decorar as portas das cabines dos cruzeiros Disney já virou tradição, principalmente entre as famílias que se hospedam com crianças.

Como as portas são de metal, as decorações são magnéticas ou com fita dupla face.

Nossa cabine ficou ainda mais charmosa com a plaquinha personalizada que fizemos na Dot Paper Papelaria.

É possível comprar pronta nas lojas do navio ou levar algo da sua família, personalizado, como eu fiz. A minha foi esta aí embaixo, feita pela Dot Paper Papelaria.

16 – ALMOÇO NO PRIMEIRO DIA

Se você entrou antes das 14h30, você pode aproveitar para almoçar no Cabanas do Deck 11, que fica bem muvucado já que os demais restaurantes do navio não estão abertos nesse momento.

As waffers do Mickey são obrigatórios no café da manhã! Huuuum!

17 – OS RESTAUTANTES E O SISTEMA AL INCLUSIVE

Nos cruzeiros da Disney a comida e as bebidas não alcóolicas estão incluídas.

Existem algumas exceções, como as vitaminas de frutas e industrializados pedidos no serviço de quarto (pacote de biscoito, refrigerante em lata, água em garrafa) e aquilo que é vendido nas lojinhas (pipoca, guloseimas).

O Disney Dream possui três restaurantes (Enchanted Garden, Royal Palace e Animators Palate) para jantar, que estão incluídos no pacote, além do Cabanas, que é o self service no Deck 11 (piscina).

Os outros dois restaurantes (Palo e Remy) que são pagos à parte e reservados aos adultos eu não experimentei.

Na KEY está registrado o calendário dos restaurantes que você irá jantar. No cruzeiro de 4 noites é repetido um dos restaurantes, mas a repetição é na noite pirata, então não repete o cardápio.

O menu infantil tem atividades e é apresentado às crianças com crayons de brinde! Na noite do Pirata, o menu ainda virou chapéu!

O número da mesa do jantar é sempre o mesmo e o garçom (que fala o idioma da família) também se repete. O cardápio também será entregue português, com opções para as crianças e comidas excelentes.

Eu comprei antecipado um pacote de 4 vinhos (um por noite) por US$ 111 e fazendo essa escolha o garçom já traz o cardápio com os vinhos que você pode escolher.

No café da manhã, almoço e lanches você pode escolher onde comer. Além do restaurante Cabanas no Deck da piscina, existem “barraquinhas” com sanduíches, nachos, hot dogs, pizza, café, chá, refrigerantes, sucos e água à vontade, durante praticamente 24h por dia. Tem também máquinas de sorvete self servisse com sabor baunilha, chocolate e um terceiro sabor que muda todo dia.

Todos tiram fotos nesse lugar e nós cumprimos a tradição. Risos. Destaque para o pirulito mais caro que já comprei (quase R$50 com o IOF) que Bruna amou só porque era “da Frozen” e ainda quis trazer para as amigas de presente.

Todos ganham um lenço de pirata para a noite da festa. Ótima opção para quem, como eu, esqueceu de levar fantasia.

Se desejar/precisar almoçar no quarto, é cobrada uma taxa extra de entrega, além de eventuais bebidas solicitadas.

IMPORTANTE: ao adquirir seu pacote, é preciso escolher uma das duas opções de horários para o jantar, que são 18h30 (Main Seating) ou 20h30 (Second Seating, horário que eu escolhi).

DINE & PLAY: no segundo horário, +- às 21h30, os monitores do Kids Club passam nos restaurantes para levar as crianças que já acabaram de jantar para o Clubs.

ECONOMIA: no navio, as águas minerais (de garrafinha) são cobradas, mas tem água (gelada) gratuita disponível nas máquinas de refrigerantes. Para economizar, eu só comprei garrafinhas no primeiro dia e, nos demais, enchi as mesmas nas máquinas e deixei no quarto “esquentando”.

18 – O QUE VESTIR NO NAVIO

O clima dos cruzeiros de 3 ou 4 noites é completamente descontraído e o traje indicado é “Cruise Casual“. A maioria das pessoas se veste como no litoral, com chinelo, saída de praia, bermuda e roupas sem frescura.

A exceção é para uma noite onde o traje indicado é “Optional Dress Up“, um pouco mais elaborado. No entanto, como era opcional, vi de tudo: desde mulheres que pareciam vestidas para a entrega do Oscar até famílias que não deram a mínima para o evento (como a minha).

Nos cruzeiros de 5 noites ou mais noites, existe uma noite de gala mais formal, e para tanto é recomendável terno/gravata para os homens e vestidos para as mulheres. Nestas noites, quem não está arrumado não entra nos restaurantes da rotação do jantar, mas pode jantar no restaurante buffet sem problemas.

Minha pequena sereia! Destaque para a Magic Band (identificação infantil) sempre no braço para localizar a criança, caso ela se perca.

Em todos os Cruzeiros, não se pode frequentar os restaurantes do jantar usando trajes de banho e eu sugiro que levem casacos para as crianças e, no mínimo, pashiminas para as mamães, já que o ar condicionado é bem frio dentro do navio (principalmente à noite) e observar o céu, no deck, à noite, só é possível com alguma proteção, já que venta muito.

Eu abusei de vestidos, kaftans, rasteirinhas, espadrilles e alpargatas, já que detesto tênis e dispensei absolutamente os saltos nessa viagem.

IMPORTANTE: leve fantasias para as crianças. Expliquei o porquê no ITEM 24 (lojas).

19 – NOITE DO CAPITÃO

Nesse cruzeiro não há noite do capitão.

Na noite “Optional Dress Up”, alguns tripulantes posam para foto, mas nada do comandante.

Se você ou seu filho deseja encontrar o comandante, fique de olho no Personal Navigator (diz Captain’s Signing), pois o capitão aparece uma única vez, no meio do dia e normalmente isso acontece no dia que o navio fica no mar.

Cruzeiro Disney

Cruzeiro Disney

Na Noite dos Piratas até os personagens se vestem de piratas!

20 – NOITE DO PIRATA

A festa mais famosa, que acontece na maioria dos cruzeiros da Disney, é a noite dos Piratas.

Na prática, trata-se de um dia dos piratas, já que durante todo o dia tem atividades temáticas ligadas a piratas: aulinhas sobre como ser pirata no Kids Club, com maquiagem de pirata, oficina de chapéu de pirata e muito mais.

Neste dia, os personagens se vestem de piratas (o Mickey fica lindo!) e até o menu dos restaurantes é especial, com garçons vestidos de pirata e menus temáticos.

A festa em si acontece ao redor da piscina, com muita música e uma super apresentação, que é encerrada com um espetáculo de fogos de artifício ecologicamente corretos (viram comida para peixe quando caem no mar!).

IMPORTANTE: muita gente (acredito que metade dos hóspedes) se veste como pirata e eu me arrependi de não ter nos fantasiado. Se fosse hoje, eu compraria pelo menos uma fantasia de pirata para a minha filha.

21 – NASSAU

Li muitas recomendações para não descer em Nassau e me arrependi de não tê-las considerando. Ficamos “com dó” de não conhecer a cidade e fizemos um city tour caro, desagradável, desconfortável e totalmente desnecessário pela capital das Bahamas.

Minha dica: fiquem no navio, aproveitem que ele estará mais vazio neste dia e desfrutem de toda a estrutura que vocês pagaram para ter por esses dias.

Cruzeiro Disney

A paradisíaca ilha Disney!

Cruzeiro Disney

Os personagens se vestem com trajes caribenhos na praia!

Os carros abertos que transportam as pessoas pela ilha Disney são super divertidos!

22 – CONHECENDO A ILHA DA DISNEY

No terceiro dia da viagem, é possível descer do navio e aproveitar Castaway Cay, a paradisíaca ilha da Disney no Caribe! O navio chega de manhã e sai às 17hs (em ponto, quem atrasa fica para trás), por isso meu conselho é acordar mais cedo nesse dia para aproveitar bastante a ilha.

Para descer na ilha você não precisa de documentos (só da chave da cabine de cada um dos hóspedes, inclusive das crianças).

A tripulação também desce do navio e você tem serviço o dia inteiro por toda ilha. Um luxo!

cruzeiro-disney-castaway-cay-map

cruzeiro-disney-castaway-cay-

O querido e famoso Olaf em traje caribenho recebendo as crianças grandes e pequenas com música na chegada à Ilha Disney.

Logo na chegada em Castaway Cay, tem um mapa da ilha com todas as atrações. Esse mapa também é entregue na cabine, um dia antes do passeio. Eu fotografei para ter no celular.

A ilha é muito bonita, mas não espere nada como um parque da Disney! O visual é caribenho e apesar de algumas atividades disponíveis, trata-se “apenas” de uma praia artificial linda, limpa, confortável, que receberá a presença de personagens Disney em alguns momentos.

São 3 praias, uma bem familiar, outra para família e adolescentes e uma terceira apenas para adultos.

cruzeiro-disney-castawaycay

Brinquedo super legal em Castaway Cay, a ilha da Disney!

Muitas atividades em Castaway Cay são gratuitas e algumas pagas. Mas você não precisa de dinheiro, já que pode pagar tudo com a chave da cabine.

Na praia tem bons banheiros, spa (pago), área molhada infantil, alguns esportes de praia, bicicletas, lojinhas, restaurante (incluído no preço), bares etc. Em alguns momentos, os personagens aparecem (em trajes de banho!) e tiram fotos com os passageiros na ilha, que também tem um kids club.

cruzeiro-disney-castaway-cay

Como já dito acima, em um próximo Cruzeiro, eu pretendo optar por um roteiro de 5 noites, para descer 2 em Castaway Cay. Não porque lá tenha coisas demais para fazer. Mas porque, na tentativa de ver tudo e aproveitar o máximo, relaxamos pouco e curtimos a paisagem e o sossego daquele paraíso muito menos do que eu gostaria.

cruzeiro-disney-castaway-bicicletas

Essas bicicletas (estilo pedalinho) são super divertidas!

DICA: uma dica bacana, mas bem cara, é alugar a cabana! Eu só não aluguei porque, como já dito, elas já não estavam mais disponíveis quando adquiri meu Cruzeiro. São aproximadamente 15 espalhadas pela ilha. O bacana é que você terá à disposição uma espécie de “chalé” com sofás, cadeiras de deitar, redes, chuveiro, geladeira, bebidas não alcoólicas, snacks, serviço de garçom e alguns mimos! O valor é aproximadamente U$500,00 que pode ser dividido por 6 pessoas.

O ventilador molhado foi bem útil para nos refrescarmos em nossa ilha nas Bahamas!

 

23 – PERSONAGENS DISNEY

Um dos pontos altos, sem dúvidas, são os shows que acontecem diariamente, além dos encontros com personagens! A alegria de ver as crianças abraçando, dançando e pegando autógrafos de seus personagens queridos é contagiante!

A agenda de personagens é super organizada e deve ser acompanhada no Personal Navigator e no App Disney Cruise Line.

A fila para pegar autógrafos e tirar fotos é bem menor do que nos parques da Disney e só é um pouco mais extensa nos dois primeiros dias do Cruzeiro.

Alguns navios e itinerários tem refeições com personagens, mas não foi o caso do Disney Dream (infelizmente).

Uma das coisas mais fofas é que os personagens trocam de roupas diariamente e usam trajes temáticos, de acordo com os eventos e itinerários do passeio.

IMPORTANTE: compre um livrinho de autógrafos logo no primeiro dia! Eles são vendidos na lojinha do navio e as crianças amam colecionar as assinaturas dos personagens, que capricham lá na hora de assiná-los!

Os personagens trocam de roupas muitas vezes e em nosso cruzeiro teve até noite Halloween. Destaque para a emoção da Bruna recebendo mais um autógrafo da Minnie!

24 – LOJAS

O navio possui 5 lojas que oferecem produtos comuns nos parques e alguns temáticos, ligados ao Cruzeiro. Os preços também são semelhantes aos dos parques, apesar da fama de serem mais caros no navio.

Você pode pagar as compras nas lojas com sua chave do quarto (que será debitada da sua conta), com cartão de crédito ou em espécie.

As compras podem ser entregues na sua cabine se preferir.

As lojas ficam fechadas enquanto o navio está ancorado, devido a leis portuárias.

Em uma das lojas, tem um mini Bibbidi Bobbidi Boutique com preço camarada: U$15. “Mini” porque só fazem maquiagem e dão uma “torcidinha” rápida no cabelo.

IMPORTANTE: leve uma ou duas fantasias para as crianças, já que muitas estarão fantasiadas nas festas e isso evita que você acabe comprando no navio uma fantasia que vocês já tem.

O navio é uma festa!

cruzeiro-disney-picina

cruzeiro-disney-navio-2

cruzeiro-disney-navio

AquaDunk on the Disney Magic is a thrilling new three-story body slide that begins with a surprise launch when the floor beneath guests’ feet opens like a trap door. The drop sends them on an exhilarating, swift and splashy ride in a translucent tube that extends 20 feet over the side of the ship. (Jimmy DeFlippo, photographer)

AquaDunk on the Disney Magic is a thrilling new three-story body slide that begins with a surprise launch when the floor beneath guests’ feet opens like a trap door. The drop sends them on an exhilarating, swift and splashy ride in a translucent tube that extends 20 feet over the side of the ship. (Jimmy DeFlippo, photographer)

25 – AS PISCINAS

O navio tem 2 piscinas maiores, uma aquecida, além da área exclusiva para adultos.

O mega tobogã, que chega a dar a volta em todo navio, é a grande atração do Deck 11. Pena que minha princesa não conseguiu ir por conta da altura mínima necessária.

O telão da piscina principal do Disney Dream passa filmes durante todo o dia, com ótima resolução.

Já o Aquaduck no Disney Dream é um pouco decepcionante por causa das enormes filas.

IMPORTANTE: as crianças precisam ter 3 anos e serem desfraldadas para usarem as piscinas de qualquer cruzeiro de companhia americana. Nem as fraldas próprias para piscinas podem ser usadas (e eu imagino que os brasileiros devem ser os únicos que levam crianças que ainda usam fraldas para fazerem xixi nas piscinas).

Trata-se de mais uma medida de segurança, para evitar contaminações durante o Cruzeiro e, como eu vi muitas crianças pequenas nas piscinas, além de crianças gripadas brincando na água, frequentei muito pouco essa área, na tentativa de evitar que a minha filha adoecesse durante a viagem (nós ainda íamos ficar 12 dias nos EUA depois do Cruzeiro).

cruzeiro-disney-mickeydetetive

26 – A BRINCADEIRA MICKEY DETETIVE

O navio é cheio de quadros e alguns são interativos (mechem os olhos, por exemplo). Mostre isso para as crianças porque, sem sua indicação, elas não vão perceber.

Para as crianças menores, trata-se apenas de quadros interativos e divertidos. Mas crianças maiores que falam inglês ou acompanhadas por alguém que fale podem resolver os mistérios com o Mickey Detetive.

No Deck 5 você encontra a Midship Detective Agency, um monitor no qual você lê qual o mistério que precisa resolver e pega uma cartela com um código de barras, além de um mapa do navio com a indicação de todos os quadros interativos que participam da brincadeira e o nome dos possíveis vilões.

27 – A BRINCADEIRA TROCA DE PINS

Alguns tripulantes usam um cordão em torno do pescoço com pins e bottons fotos dos personagens e, se a criança propor uma troca, eles aceitam! Em uma das noites, após o teatro, tem até um encontro no hall para facilitar essa troca.

No navio vende o cordão com vários pins e eu tentei incentivar minha filha a entrar na brincadeira, mas ela amou os pins que ganhou e não queria trocá-los. Risos.

Cruzeiro Disney

Os shows do Cruzeiro Disney Dream são lindos e super produzidos!

28 – OS SHOWS

Durante os quatro dias, serão apresentados quatro shows ao vivo diferentes. Diariamente, o mesmo show será apresentado duas vezes para que quem janta no primeiro horário, possa assistir ao show no segundo e vice-versa.

Nós gostamos bastante dos shows, que são muito bonitos, com direito a neve na plateia, pozinho mágico, bolhas de sabão e até fogos. A Disney realmente não brinca em serviço!

IMPORTANTE: Ao final dos shows, caem papéis laminados em formato de Mickey e a meninada adora catar isso para trazer de recordação.

Cruzeiro Disney

Ao final dos shows, caem essas orelhinhas metalizadas do teto e a minha filha amava recolher algumas!

29 – GUEST SERVICES

O Guest Services fica localizado no deck 3 e é lá que você resolve probleminhas e tira dúvidas.

Evite fazer qualquer coisa lá no último dia, que é o dia mais tumultuado.

Se não tiver nadinha para resolver lá, passe por ali para apreciar o lindo e enorme mapa atrás do balcão. Todos os castelos de parques Disney e os 4 navios estão no mapa, indicando suas localizações ao redor do mundo (e os navios se movimentam diariamente, mostrando sua localização no momento!).

IMPORTANTE: nos navios, também é possível ganhar um botton comemorativo de aniversário, lua de mel, aniversário de casamento, como ocorre nos parques. Tem até um em comemoração ao seu “primeiro cruzeiro Disney”!

30 – ATENDIMENTO MÉDICO

O navio tem um centro médico bem equipado para atender emergências diversas até que o navio chegue num porto para que a pessoa seja levada para um hospital, se necessário. E, obviamente, eles atendem casos mais simples também. Os atendimentos médicos no navio e nos portos são cobrados a parte, e você precisa ter um seguro médico-viagem para cobrir qualquer atendimento.

31 – FOTOS

As fotos tiradas pelos fotógrafos oficiais do navio são bem caras, mas sempre tem um tripulante próximo dos personagens que aceitam tirar a foto com a sua câmera ou celular.

O pacote de fotos do navio é bem mais caro que o pacote de fotos dos parques (295 dólares no navio se comprar com desconto antes de embarcar, contra 169 dólares o Memory Maker dos parques).

Ao ser fotografado pelo fotógrafo oficial, ele escanea sua Key to the World e coloca a foto em sua conta. Minutos depois você já consegue ver a foto nos computadores da loja Shutters e, algumas horas depois, ela estará impressa, dentro de um livro “falso” que faz parte de uma biblioteca, para que vocês possam compra-las. Minha filha decorou onde ficava nosso livro e adorava abrir e ver as fotos novas, diariamente.

32 – GORJETAS

As gorjetas são cobradas por passageiro, inclusive crianças, nos seguintes valores (dados de setembro/2014, no Disney Dream:

US$16 = Garçom

US$12 = Assistente do garçom

US$4 = Chefe dos garçons

US$16 = Camareira(o)

No total são debitados US$48 por passageiro e é preciso incluir essa despesa no seu orçamento.

No último dia de cruzeiro, você recebe na cabine uma folha com esses descritivos e quatro envelopes para que você deposite os valores e entregue os envelopes para seus respectivos donos.

Se quiser dar um valor maior para qualquer um deles, inclua no envelope ou peça para o Guest Services fazer a alteração.

As gorjetas não são obrigatórias, mas lembre-se que fazem parte do salário dos tripulantes e que, se o serviço foi bem prestado, eles merecem. Até porque, caso você não dê, eles iram interpretar que você não gostou de alto.

Em cruzeiros maiores, os valores das gorjetas também são maiores.

33 – DESEMBARQUE

A última noite no cruzeiro é tensa porque existem muitas regras e horários a serem cumpridos para o desembarque. Nesse dia, você receberá, na cabine, as instruções de como será o desembarque e etiquetas de mala.

As etiquetas recebidas devem ser preenchidas com seus dados no verso e afixadas em cada uma das malas. Essas etiquetas são identificadas com algum personagem. O nosso era o próprio Mickey.

Entre 20h30 e 22h30, todas as malas devem ser colocadas do lado de fora da cabine, devidamente etiquetadas. As mesmas serão recolhidas e você só voltará a vê-las na manhã seguinte, depois de desembarcar.

Se você não colocar sua mala fora da cabine até às 22h30, você deverá sair do navio de manhã com a própria mala, pois ela não será mais recolhida.

Você deve ter cuidado para não despachar itens importantes como documentos, objetos de valor, as chaves do quarto, remédios, uma roupa extra para desembarcar. Ouvi relatos de pessoas que desembarcaram de pijama, pois tinham esquecido de separar uma roupa. Risos.

Passageiros que quiserem desembarcar com a própria bagagem, podem fazê-lo às 7h. Um café da manhã buffet será servido das 6h30 às 7h no restaurante Cabanas.

É preciso devolver a pulseira do Kids Club antes da meia-noite na noite anterior ao desembarque. Se você esquecer, haverá multa (como se você estivesse comprando).

O café da manhã no dia do desembarque será no mesmo restaurante da noite anterior. E se você jantou todos os dias no primeiro horário, seu café será às 6h45. E se jantou no segundo horário, o café será às 8h. O restaurante e o horário devem ser respeitados.

Quando você sair da cabine para o café da manhã, você já deve levar consigo todos os seus pertences nas malas de mão, pois você não será capaz de retornar à sua cabine.

A loja de fotos Shutters ficará aberta das 7h às 9h na manhã do desembarque para venda de fotos e retirada de produtos encomendados, como CD e photobook.

Se você deixou o número de um cartão de crédito no check-in (como nós), não há necessidade de fazer check-out ou coisa do gênero.

Existem regras de alfândega de produtos comprados em Nassau. Se pretende comprar bebidas, joias, relógios (eles são famosos por lá) ou cigarros, sugiro se informar detalhadamente sobre esse item.

Os ônibus para o aeroporto saem regularmente e ônibus para os hotéis da Disney saem a cada 30 minutos durante o desembarque dos passageiros.

Depois de pegar as malas, todos os passageiros, americanos ou não, passarão pela imigração e pela alfândega. Exatamente como ocorre num aeroporto.

Parece muita coisa, mas se você seguir todas as instruções corretamente, você desembarca em menos de 10 minutos porque é tudo muito organizado.

Todos os locais são bem sinalizados e suas malas estarão na ala do personagem da sua etiqueta.

FONTE: os canais que mais me auxiliaram com dicas sobre Disney (na prática e na elaboração deste post) foram o Blog Andrezza Dica & Indica Disney e o canal no Youtube Mães na Disney (que também tem fanpage e instagram).

Cruzeiro Disney

 

 

ATUALIZADO 15/01/2016: adorei esse post do Blog Mundo Ovo sobre o Fish Extender.

Autoria de Iza Garcia
"Já quis ser 'médica de criança', pipoqueira e costureira. Cursei inglês, italiano, castelhano, mas só falo português. Fiz Direito e Ciência Política, e curto ser blogueira. Desde 11/10/2010 sou "MÃE DA BRUNA" e realizada ao descobrir algo p/ ser a vida inteira".