1524879_463752007096354_2775524208458094893_n

1524879_463752007096354_2775524208458094893_n

 

A jornalista Isabel Clemente está BEEM longe de ser a pior mãe do mundo – eu e Iza somos super fãs dela, como já dissemos antes aqui, aqui e aqui – mas ela escolheu este título para seu livro, A Pior Mãe do Mundo: Uma Biografia Não Autorizada de Todos Nós (editora Grupo 5W), uma coletânea de suas crônicas e sobre o dia a dia de uma família com filhos pequenos, de forma bem-humorada.

isabel_clemente_a

Isabel começou a esboçar os textos há nove anos, desde o nascimento da primeira filha. “São textos que refletem a minha reação do que as crianças trazem para nossa vida: inocência, cansaço, demanda, o desafio da decisão, como educar…”, afirma ela, que através de sua coluna no site da revista Época, recebe e-mails de vários leitores. “Tenho um retorno muito bacana de pessoas que se identificam. Esse livro não é o meu diário, a minha vida, mas histórias que poderiam ter várias protagonistas”, diz.

Ela e a família moraram em Brasília durante alguns anos – onde a Isabel escreveu boa parte dos textos do livro! – mas voltaram a viver no Rio tem um tempinho. Agora, Isabel volta à capital para o lançamento do livro no dia 8/12, e a gente não vai perder por nada! Vamos também? Vai ser na Livraria Cultura do CasaPark, dia 8/12 (uma 2a feira), às 19h.

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!