roteiro-baby-aplicativo-infantil-farm

A minha Bruna #aos3, assim como a maioria das crianças do planeta, adora um tablet e o celular da mamãe.

E considerando que o uso de tecnologia por crianças pode ser muito educativo, saudável e até necessário, desde que dosado e monitorado por um adulto, convidei outras mães blogueiras com filhos de idades variadas para compartilhar com vocês dicas espertas sobre esse assunto que eu e todas as mães adoram.

Juntas, eu e outras 9 mães blogueiras dividimos abaixo a nossa opinião sobre os aplicativos que mais fazem sucesso com nossos filhos. Aproveitem e deixem, nos comentários, as dicas de vocês e dos filhos de vocês!

roteiro-baby-aplicativo-pumilumi

roteiro-baby-pepidoctor

 

roteiro-baby-aplicativo-kapuforest

 

roteiro-baby-myfirtapp

Roteiro Baby

Iza Garcia é uma das duas autoras deste Roteiro Baby e mãe da Bruna (3 anos).

Muitos dos aplicativos citados abaixo são sucesso aqui em casa também. A Bruna ama o PePi Bath que a Marina (Ask Mi) citou e se diverte bastante com o Forest Flyer que a Patrícia (Mundo Ovo) mencionou. Ela também adorou conhecer o  Matryoshka, que eu baixei depois que a Mônica (MãeBivolt) me indicou. Quando menor, a Bruna também brincou muito com vários aplicativos da Fisher Price, citados pela Mari (Mamãe de Primeira Viagem).

Dentre os meus (sim! meus! risos) apps infantis preferidos, que fiz questão de influenciar a Bruna a gostar, estão todos os do estúdio My Firt App, que são extremamente educativos, organizados por idade na Apple Store. São muitos, um melhor que o outro, e todos disponíveis em versões gratuitas. Inicialmente, baixei todos da idade da Bruna e na medida que ela foi crescendo, fui baixando os demais. Também baixei todos gratuitos e acabei comprando todos porque são daqueles que os pais amam que os filhos brinquem, já que as crianças aprendem mesmo enquanto estão brincando.

A Bruna também ama o app Pumi Lumi, que oferece cenários para a crianças procurarem diferentes animais; o Pepi Doctor, tão bem feito quanto o Pepi Bath, para a criança cuidar de uma criança doente, febril e perebenta (risos); e do Kapu Forest, que é um bosque, cheio de animais exóticos que precisam ser alimentados e cuidados em seus habitats naturais.

roteiro-baby-aplicativo-pepi

Ask Mi

Marina Xandó escreve o blog Ask Mi (www.askmi.com.br) e é mãe da Maria Victoria, a MV (3 anos).

MV adora o aplicativo Pepi Bath criado pelo estúdio independente Pepi Play, que desenvolve aplicativos em forma de joguinhos para crianças de 2 a 6 anos (e muitos altinhos que parecem estar precisando). Nele, os pequenos aprendem sobre higiene de forma lúdica e muito divertida.

roteiro-baby-aplicativo-candy

roteiro-baby-aplicativo-moranguinho

Bagagem de Mãe 

Loreta Berezutchi escreve o blog Bagagem de Mãe (www.bagagemdemae.com.br) e é mãe de Pedro (6 anos) e de Catarina (4 anos).

O app predileto do Pedro no momento é o Candy Mania, que é parecido com o famoso Candy Crush, mas é uma versão mais “infantil”, com fases mais simples e fáceis, chefão, musiquinha e etc.

O da Cacá é um app da Moranguinho, cujo nome é Strawberry Shortcake, da Card Maker Dress Up. É um aplicativo em que as meninas brincam de vestir a moranguinho combinando acessórios, vestidos, mudando a cor e no final, podendo usar uma câmera para fotografar o “look do dia”.

 

roteiro-baby-aplicativo-farm

De Mãe para Mamãe

Mirela Acioli escreve o blog De Mãe para Mamãe (www.demaeparamamae.com.br) e é mãe do Matheus (1 ano e 10 meses).

O aplicativo que eles mais gostam é o Farm Animals. Trata-se de um quebra-cabeça com animais da fazenda que o Matheus adora montar pois, quando completa o quadrinho, escuta o som de cada animal.

roteiro-baby-app-matrioska

Mãe BiVolt  

Mônika Lazauskas escreve o blog Mãe BiVolt (www.maebivolt.com.br) e é mãe da Victória (16 anos) e da Helena (4 anos).

A Victória gosta do Simple Mp3 Downloader, que ela diz ser fácil para baixar músicas: você busca, clica em download e pronto! A música já está disponível no seu dispositivo. O Whatsapp também é muito usado por ela.
A Helena adora o Matryoshka, da Kidoteca, porque além da atividade principal dele, que é abrir a Matrioska, depois de recolocar  todas as bonecas uma dentro da outra, aparecem balões (e outras figuras, de acordo com o tema, ao final de cada fase) e ao clicar, eles estouram e fazem barulho. A Mônica considera o app bacana para as crianças terem noção de tamanho das coisas e recomenda outros aplicativos da Kidoteca (inclusive outro de quebra-cabeças).

roteiro-baby-aplicativo-angry

roteiro-baby-aplicativo-fruit

Mãe de Dois e de Uma

Thalita Campedelli escreve o blog Mãe de Dois e de Uma (www.maededois.com) é mãe de Bernardo (4 anos), Tomás (2 anos) e Nina (3 meses).

O Bernardo, de 4 anos, adora Angry Birds e o Tomás, de 2 anos e meio, curte o Fruit Ninja.

No Angry Birds a criança tem que atirar o passarinho contra o porquinho, usando seu dedo para puxar e soltar o estilingue. É legal porque os pequenos precisam raciocinar sobre aonde querem soltar o passarinho.

O Fruit Ninja é bem simples: é preciso cortar as frutas com a espada, fazendo o movimento com o dedo no iPad, e tomar cuidado para não cortar as bombas. A mãe acha o Fruit Ninja interessante porque a criança presta bastante atenção para não perder o jogo.

roteiro-baby-aplicativo-goangry

Mãe de Guri 

Angi Simon escreve o blog Mãe de Guri (www.maedeguri.com.br) e é mãe do Antônio (3 anos e 7 meses) e está grávida de 34 semanas de outro menino, o Caetano.

Ela conta que o Antônio AMA o aplicativo Go Angry Birds, com muitas opções de joguinhos, inclusive de corrida. A Angi explicou que o filho tem tempo limitado para brincar com jogos eletrônicos e como ainda não consegue jogar muito bem sozinho, espera o pai chegar do trabalho para se divertirem juntos, no tempinho dos “guris”, quando ela aproveita para ler uma revista e fazer algo de “mulherzinha”. O Antônio gosta tanto de Angry Birds que esse foi, inclusive, tema do seu último aniversário.

roteiro-baby-aplicativo-fisher

Mamãe de 1ª Viagem

Mariana Belém escreve o blog Mamãe de Primeira Viagem (www.mamaedeprimeiraviagem.com) e é mãe da Laura (2 anos).

A Mari se considera “meio antiquada” em relação à tecnologia com a pequena Laura e a considera muito pequena para utilizar aplicativos. A Laura assiste a muitos vídeos (ela adora a Dora Aventureira) e usa poucos apps (assim como a Júlia da Mari aqui do Roteiro Baby), e quando utiliza algum app, ela dá preferência para os da Fisher Price e para os que vêm instalados no  tablet da Galinha Pintadinha (TecToy).

roteiro-baby-app-mônica

Mil Dicas de Mãe 

Nívea Salgado escreve o blog Mil Dicas de Mãe (www.mildicasdemae.com.br) e é mãe de Catarina (3 anos).

O aplicativo favorito no momento da Nívea e da Catarina é o Quero Ser Turma da Mônica. Mais do que um simples app de vestir, esse permite que você crie os personagens – Catarina adora transformar as pessoas que conhece em avatares com o jeitinho dado pelo Maurício de Sousa! Dá para escolher o tipo e cor dos cabelos, da pele, dos olhos, roupas e acessórios. Ela já fez os pais, os avós, e vários coleguinhas no aplicativo, tudo salvo na galeria de imagens.

roteiro-baby-app-senhorbatata

roteiro-baby-app-sago

Mundo Ovo

Patrícia Smith é uma das três autoras do blog Mundo Ovo (www.mundoovo.com.br) e mãe do Adam (3 anos).

Ela não conseguiu definir um só app como favorito do Adam porque na casa deles, dois apps dominam a preferência. E como o segundo que ela indicou é sucesso aqui em casa, com a Bruna, eu acabei deixando ela citar os dois, que vocês, leitoras, vão curtir conhecer (se já não conhecem).
Como fãs da série Toy Story, eles adoram brincar com o Sr. Cabeça de Batata. E o aplicativo com mesmo nome do brinquedo permite que a criança crie diversas combinações para montar o personagem (versão Sr. e Sra. Cabeça de Batata), acessórios e cenários, estimulando a criatividade, proporcionando contação de histórias a cada mudança de cenário, sem falar no treino da coordenação motora para encaixar cada uma das peças no lugar escolhido. A Patrícia contou que mesmo a versão grátis do app garante uma boa diversão.

O segundo aplicativo que eles gostam (mas que ela acha que é “meio de menino” porque tem muito pum e um tanto mais de bobagens… risos) é o Forest Flyer. A criança chama o passarinho para brincar tocando o sino da sua casa e vai com ela viver grandes aventuras. É bobinho mas arranca ótimas gargalhadas e os pequenos sempre querem repetir uma cena ou outra. Eu garanto que “não é coisa de menino” porque a minha Bruna AMA esse aplicativo e passa um tempão interessada nas aventuras do “passarinho rosa”.

E vocês? Tem algum app preferido que não entrou na nossa lista e gostariam de indicar?

Autoria de Iza Garcia
"Já quis ser 'médica de criança', pipoqueira e costureira. Cursei inglês, italiano, castelhano, mas só falo português. Fiz Direito e Ciência Política, e curto ser blogueira. Desde 11/10/2010 sou "MÃE DA BRUNA" e realizada ao descobrir algo p/ ser a vida inteira".