Fisher-Price_EmbaixadorasdoBrincar_logo

Fisher-Price_EmbaixadorasdoBrincar_logo

Como Embaixadora do Brincar Fisher-Price, participei de mais uma dinâmica bacana, entre blogueiras. Desta vez, o assunto foi “férias” e fiz uma pergunta para a Rose Misceno, do super e querido blog Vida de Mãejestade, sobre rotina nas férias e colônia de férias, cujas respostas podem inspirar vocês, leitoras, sobre a programação para o período de férias escolares que se aproxima.

– Qual a rotina da Luna nas férias? Você tenta manter a rotina comum ou permite que ela durma mais tarde, por exemplo? E você acha interessante que a Luna participe de colônias de férias? Porque? 

Pra falar a verdade, sou muito difícil com rotinas. Muito mesmo! E por isso, quem cuida mais da rotina da Luna é o meu marido. Mas nas férias, a rotina não é tão rígida. A hora de acordar e a hora de dormir acabam definindo o horário das refeições e de outras atividades.

Quando viajamos, tentando manter um horário mais certo para que possamos aproveitar os lugares, mas quando ficamos em casa a rotina fica de lado!

Não. Eu não acho legal. As colônias de férias que vi por aqui (Niterói/RJ) valorizam muito atividades de competição e eu não gosto muito desse tipo de dinâmica, principalmente para crianças da idade dela (4 anos). Acho bacana que a criança participe de oficinas de construção de brinquedos ou instrumentos musicais. Também acho legal atividades de culinária. Procuro levar Luna em atividades assim e sempre convido os amigos da escola para participarem também.

Outra coisa que faço e acho bacana são os encontros na casa dos amigos. Aproveito as férias para manter o contato com os amigos da escola e também com a família.

A sorte é que as férias da Luna coincidem com as minhas e do meu marido, já que somos professores. Então, dedicamos momentos pra ela e também momentos pro casal.

OPINIÃO DA TERESA RUAS:

Como especialista em desenvolvimento infantil e mãe, eu gosto muito de salientar a importância da rotina. Assim como faz a Rose, mesmo que os pais permitam uma rotina não tão fixa assim, ainda é preciso da ajuda dela para a organização familiar e da criança.

Lógico que, nas férias, os pais e as crianças devem e precisam “desapegar” do relógio e dos horários diários que não aceitam atrasos. Isto é fundamental para o descanso físico e mental. Porém, esta realidade não reflete total falta de rotina e sim uma nova forma de lidar com o próprio percurso de um dia com as suas 24 horas.

Sobre a colônia de férias, valorizo muito as atividades que envolvam a construção, a criatividade e a imaginação das crianças, principalmente, quando são elas as grandes responsáveis pelo processo (imaginar, planejar e fazer).

Sempre oriento os pais sobre a importância de fazer atividades diárias com os filhos como, por exemplo, a culinária. Esta experiência de criar sabores, receitas, refeições e lanches é um momento que gera muito prazer para as crianças. Obviamente que em alguns contextos familiares, a colônia de férias acaba sendo uma saída, principalmente para as crianças que não contam com o apoio familiar (avós, tios) e/ou não tem o período de férias que conciliam com o dos seus pais.

Autoria de Iza Garcia
"Já quis ser 'médica de criança', pipoqueira e costureira. Cursei inglês, italiano, castelhano, mas só falo português. Fiz Direito e Ciência Política, e curto ser blogueira. Desde 11/10/2010 sou "MÃE DA BRUNA" e realizada ao descobrir algo p/ ser a vida inteira".