Dindo&Julia_81

No primeiro Natal de sua vida, Júlia tinha 7 meses e meu irmão Bruno (padrinho dela, já comentei aqui) deu de presente um DVD com episódios da Turma da Mônica. Júlia já tinha uma Mônica de brinquedo que nunca largava, eu já começava a deixar que ela assistisse TV, então o padrinho deu esse presente. No DVD tem um episódio em que o Cebolinha conta que o presente mais legal que ele tinha ganhado na vida era uma árvore, porque era um presente para sempre, para crescer com ele e para ele cuidar. E desde então que Bruno esperava Júlia crescer um pouco mais para dar esse presente a ela. E esse dia chegou quando ela fez 2 anos, com condições de participar do plantio, com a nossa supervisão. 

Passamos alguns meses conversando sobre o que plantar: eu sugeri uma hortinha, mas Bruno quis dar uma planta com flor (“porque Júlia é linda, porque é meiga e sobretudo porque é uma menina com uma flor“, ele disse, citando esse poema lindo de Vinícius de Moraes). Na semana do aniversário dela, eu tirei férias, ele também, escolhemos um dia, recrutamos Carol Caminha para registrar e fomos plantar.

Passamos em uma loja de plantas perto da minha casa, e Júlia apontou para um vasinho de hibisco laranja, logo, estava feita a escolha. Conversamos com a dona da loja, que nos deu todas as dicas: plantar em um local com sol intenso, regar todos os dias, usar 30% de terra, 50% de algum adubo com esterco ou farinha de osso, 10% de barro vermelho. Retirar do vaso com muito cuidado, preservando a raiz dentro da terra que está no vaso, e transportar tudo para o buraco feito no jardim.

Compramos tudo, e compramos também um kit próprio de jardinagem para a Júlia, com pazinha, garfinho, e um regador (que depois a Júlia “personalizou” com alguns adesivos que comprei pra ela) e fomos para casa plantar.

colagem_hibisco

Foi um dia muito legal!

O contato com plantas e pequenos animais ajuda crianças de até 3 anos a entender a importância da natureza, estabelecendo relações entre o meio ambiente e suas formas de vida. Para quem se empolgar em plantar algo em casa com seus filhos, sugiro a compra do kit próprio, infantil, de jardinagem para a criança se sentir parte daquela atividade, deixar a criança fazer parte da escolha da planta, do local, deixar mesmo ela meter a mão na terra, até no adubo fedido, rs! A escolha do hibisco é uma dica legal também, porque ele está sempre florindo, e a criança pode ver logo o resultado de plantar e regar todo dia. Quem não quiser plantar a muda, como fizemos, pode também partir para uma hortinha caseira (que também é muito legal porque quando começar a dar os frutos a criança pode comer daquilo que plantou, e essa pode ser uma super ajuda na alimentação de crianças mais difíceis ou seletivas para comer), ou uma outra sugestão é plantar alpiste: cresce rápido (em três dias) e depois de 15 dias já tem 20cm de altura.

Eu ainda quero fazer uma hortinha em casa com a Júlia, mas ela ainda está tão empolgada com o hibisco (sempre depois do café da manhã ela aponta para o regador me lembrando que antes de sair para trabalhar eu preciso ir com ela regar a flor!) que vou esperar um pouco mais. Para te animar ainda mais, o quadro abaixo é um calendário de plantio bem legal que informa as melhores épocas para plantar cada hortaliça:

calendario-plantio

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!