brasiliatatilRB

Recentemente fiquei sabendo de um projeto lindo de inclusão aqui na cidade – o Brasília Tátil. O projeto é uma ideia da Associação Brasiliense de Deficientes Visuais (ABDV), e é uma maneira diferente de vivenciar a arte e a educação patrimonial de Brasília através do toque.

Estímulos sensoriais, superação, arte. Estes são alguns ingredientes do Programa Educativo Brasília Tátil, uma ação inovadora em arte e educação patrimonial destinada às pessoas com deficiência visual e escolas inclusivas do Distrito Federal. Composto por programa educativo rico em vivências e conteúdo, o projeto é um convite para desvendar Brasília num toque de arte.

Neste mês de junho, cerca de 300 estudantes com e sem deficiência visual de escolas inclusivas do DF participaram do programa. Os alunos foram divididos em dez turmas e em cinco dias (nos turnos matutino e vespertino) de visitações ao acervo da Câmara dos Deputados e do Panteão da Pátria. No passeio turístico, os alunos foram acompanhados por guias específicos e tiveram a oportunidade de aprender mais sobre personagens da história de Brasília, como Lúcio Costa, JK, Athos Bulcão, além de aspectos urbanísticos, arquitetônicos e artísticos da capital.  As crianças que enxergam tiveram olhos vendados. O tato foi o sentido prioritário e os mediadores trabalharam a descrição das obras, tais como elementos artísticos, textura, tipo de material, cores etc. A etapa seguinte é exercitar a inspiração, o conceito de arte nas oficinas de criatividade e modelagem em argila.

Ainda dá tempo!

As oficinas nas escolas inclusivas vão acontecer até o dia 02 de julho! Vale ressaltar que o programa é um convite para desvendar os principais monumentos de Brasília num toque de arte.

Conheça mais detalhes no site www.brasiliatatil.com.br, na fanpage www.facebook.com/BrasiliaTatil e no twitter @brasiliatatil.

brincarparatodos

Uma outra dica MUITO legal de inclusão para crianças com deficiência visual é a cartilha da Secretaria de Educação Especial do Ministério da Educação. Chamada “Brincar para Todos“, é um material com 109 sugestões de brinquedos, destinados tanto para bebês quanto para crianças em idade escolar, como chocalhos (para ajudar na identificação de sons), objetos de encaixe (para desenvolver o tato em texturas e formas) e jogos voltados para melhorar a desenvoltura das crianças em casa (no reconhecimento do ambiente, por exemplo). É um material que preenche uma lacuna, ainda grande, na criação e desenvolvimento de jogos e brinquedos educativos, particularmente para crianças cegas ou com baixa visão.

A cartilha tem um material riquíssimo, que pode ser aproveitado por pais e educadores, e não só de crianças cegas. Os brinquedos sugeridos foram organizados em algumas seções de acordo com as habilidades e competências que mais despertam na criança, mas na prática todos eles têm o mesmo objetivo: propiciar seu desenvolvimento integral e muitos aprendizados simultâneos. Muito interessante, vale à pena baixar!

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!