Em tempos de crianças conectadas e acostumadas à tecnologia, tem vezes que nada, nada mesmo, as entretém tão bem quanto vídeos no iPhone, iPad, ou DVD portátil.  Aqui em casa, por exemplo, nos fins de semana quando tenho que fazer o almoço ou lavar a louça (ou quando o bicho tá pegando mesmo), sempre dou um monte de brinquedos para entreter a Júlia enquanto mexo com fogão e louça, mas a atenção dela se perde rápido com eles, e logo ela tá querendo outra coisa. Eu não tenho DVD portátil, então nesses casos, dou meu telefone para ela com a minha lista de vídeos que fui achando e favoritando no YouTube ao longo dos dois anos de vida dela. É uma beleza e me dá um tempinho para terminar o almoço sem ela chegar perto do fogão, por exemplo.

Seguem alguns:

Eu conheço um jacaré, de Márcio Coelho & Ana Favaretto – Júlia simplesmente AMA este vídeo! Ela ama tanto que fica super ansiosa quando demora a abrir, dá gritinhos de alegria quando finalmente abre e sabe a letra todinha, escondendo as partes do corpo que a música diz que o jacará vai comer.

Upside Down, de Jack Johnson para a trilha sonora de George, o Curioso – o vídeo do “caco” (macaco). É o preferido do momento, ela sempre pede para assistir.

Quem mora na casinha, de Paulo Zola – vídeo bem fofo, associa cores e bichinhos, uma criança mais velha pode até curtir mais, porque em dado momento da música o cantor pergunta, “Agora quero ver se você acertou todos”. Júlia ainda não acerta todos, mas fica imitando o “toc-toc” nas portas das casinhas, fofa!

Tem alguém em casa, de Paulo Zola – na mesma linha do clipe acima, mas agora com novas cores e bichinhos.

Segredos, de Frejat – esta música não é de criança, mas também não tem nada que criança não possa ouvir e o clipe dela é muito fofo!

Túnel do Tempo, de Frejat – mesma coisa da música acima, não é de criança, mas não é proibitiva, e a Júlia gosta ainda mais desta, por causa do cachorrinho (“o au-au, Mamãe!”)

E vocês? Querem compartilhar algum vídeo (sem ser vídeo de DVD) que seus filhos amem?

 

Autoria de Mari Oliveira

Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line.
Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line.
No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”.
Eles estavam certos!