kid-watching-tv

Começa hoje, dia 29 de abril, mais uma iniciativa do Instituto Alana: uma comemoração anual em que crianças, famílias, escolas e comunidades desligam voluntariamente as telas e ligam a vida. A ideia da Semana Sem Telas não é apenas deixar de lado as telas por sete dias; é ser um gatilho para mudanças importantes no estilo de vida que trazem melhorias no bem-estar e na qualidade de vida durante todo o ano. Será que a gente consegue?

No centro da Semana Sem Telas estão pais, professores e outras pessoas interessadas que se mobilizam para atividades locais e eventos ao redor do mundo. Organizar é divertido e fácil; o Instituto criou materiais  para orienta-lo durante o processo e ajudar a promover a semana.

Se você está interessado em participar com sua família, acesse http://alana.org.br/semana-sem-telas-2013, e leia a aba “Participe”. E se você ainda está desconfiada, e acha que televisão não faz tãããão mal assim, leia a aba “Dados”.  A intenção desta semana não é para que você deixe de usar seu computador para trabalhar ou que pare de falar/interagir no telefone celular. O objetivo da Semana Sem Telas é evitar o uso de telas para entretenimento, a fim de aproveitar o resto do mundo. As telas estão tão presentes em nossas vidas que diferenciar o que é entretenimento e o que é trabalho ou comunicação pode ser difícil. Faça uma autoanálise: se conversar, enviar mensagens e checar seu email do trabalho estiver interferindo no tempo que deveria ser dedicado à família (incluindo refeições), é porque está na hora de repensar a maneira como você vem usando essas ferramentas…

Autoria de Mari Oliveira
Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line. Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line. No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”. Eles estavam certos!