Carol Bedê é jornalista em Fortaleza e escreve o blog-delícia-de-ler iMãe, que é bem parecido com o Roteiro Baby – no sentido de que é um blog não tanto com experiências pessoais de maternidade, mas um blog com dicas práticas de como facilitar a experiência (linda) de ser mãe. Carol compartilha com suas leitoras dicas de roteiros imperdíveis e programação infantil em Fortaleza, produtos, dicas espertas e sorteios.

Ela é mãe da gostosinha da Laís, 2 anos, e conta que as bolsas de maternidade foram uma das coisinhas que mais teve prazer em comprar durante a gravidez. E ela tem algumas: uma grande (que foi para a maternidade e que hoje é usada para viagens), uma pequena mais social, e mochilas. Suas preferidas são a mochila Pipa da loja Menina e Menino (Rio de Janeiro) e a Melobaby Wallet, comprada em Salamanca (Espanha).

Sempre prefiro sair com a Laís de mochila nas costas, pois fico com dois braços livres, o que é um luxo depois da maternidade (rsrs),” diz Carol.  A mochila Pipa possui internamente uma divisória e um trocador.  Tem alças e costas anatômicas e dois compartimentos térmicos para mamadeiras ou squeeze.

Dentro dessa mochila, Carol leva:

– Fraldas descartáveis Turma da Mônica Soft Touch.

– Duas fraldas Turma da Mônica Up e Go – “Quebram um galho quando não temos trocador por perto”, diz Carol; [Nota pesoal: Nunca tinha pensado na eventualidade de não ter um trocador por perto! Excelente dica, vou aumentar a quantidade das Up&Go que carrego na bolsa da Júlia!]

– Pomada Bepantol;

– Lenço umedecido Pampers Sensitive. “O melhor que usei, não tem cheiro forte”;

-Fralda de pano para ajudar nas trocas;

– Um cueiro 100% algodão, que é o paninho da Laís, ela dorme agarrada com um sempre;

– Chupeta da NUK com caixinha para proteger;

– Uma muda de roupa, geralmente um vestidinho básico da marca Bebêtenkitê. “Super fresquinho, confortável e ainda tem tecido ecológico”;

– Uma mamadeira ou squeeze com água;

– Biscoitos integrais;

-Algum bonequinho pequeno como a Minnie e o Mickey, que Laís adora;

– Toalha e protetor solar, se forem à praia.

Já a carteira Melobaby é recomendada por Carol por ser muito prática. “Uso em saídas rápidas, ela cabe dentro da minha bolsa. O essencial está sempre lá: fralda, pomada, lenço umedecido, fralda de pano e muda de roupa. Tudo isso bem dobradinho não faz volume na bolsa da mamãe, principalmente nas minhas bolsas, que são grandes.”

Mais uma bolsa com muitas dicas legais! Adoramos sua participação, Carol! Muito obrigada!

 

Autoria de Mari Oliveira

Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line.
Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line.
No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”.
Eles estavam certos!