Contagem regressiva para o Natal!

Foto DAQUI

Está chegando o Natal! Meu feriado preferido! Eu já começo a enfeitar minha casa assim que vira o calendário de outubro para novembro, coloco um pingente aqui, uma almofadinha ali (este ano já desci dos armários todos os enfeites de Natal, como vocês viram no nosso Instagram. Tô só esperando chegar o fim de novembro para montar minha árvore!). Acho que mais empolgados com a data do que eu talvez só os shoppings – que começam a se enfeitar desde outubro!

Ano passado, Júlia tinha só 7 meses no Natal. Ela curtiu nossa árvore aqui em casa – adorava ver as luzes piscando – mas todas aquelas tradições, como escrever uma carta para o Papai Noel, ou colocar o sapatinho na janela para receber o presente, tiveram (e ainda têm) que esperar ela ser um pouco mais velha… Mas uma atividade que certamente vou fazer com ela este ano é a contagem regressiva para o Natal, inspirada nesta ideia fofa do blog Oopsey Daisy:

O poeminha do calendário diz, em tradução bem livre: “A barba do Papai Noel está muito rala. Em seu queixo não há pelos. Então, todo dia, vamos acrescentar um tufinho branco. Quando a barba estiver cheia, ele virá!”

Por aqui, encomendei há meses um calendário assim para nossa parceira Alê, da Mimos de Mãe para Mãe. Daí, vou explicar para a Júlia que temos que encher a barba do Papai Noel (colando tufos de algodão branquinho, como na foto abaixo), e “Quando a barba estiver cheia, ele virá!”

Quem gostar da ideia pode baixar o calendário que a Alê confeccionou. Ele está disponível AQUI e está configurado para impressão (o download é grátis, mas se for mostrar o calendário em redes sociais, por favor CITE A FONTE. Obrigada!) A Alê recomenda que imprimam em papel fotográfico para melhor qualidade. Mas ela garante que quem quiser imprimir em folha A4 também sairá legal!

E vocês? Já estão se preparando para o Natal? Segundo a tradição católica, o dia tradicional de montar a árvore é 30 de novembro, quando se inicia o tempo do advento para a Igreja. Minha mãe fazia assim, e como “costume de casa faz praça”, eu mantive a tradição aqui na minha casa. E este ano eu tinha um desafio: manter intacta uma imensa árvore de Natal (a minha árvore é bem grande! Eu amo o Natal!) com uma pequena Bebêzoca curiosa que agora anda e corre pela casa! E eu já tenho uma solução para essa questão, por isso aguardem as cenas dos próximos capítulos!

Autoria de Mari Oliveira

Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line.
Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line.
No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”.
Eles estavam certos!