Por que as crianças não obedecem ao não?

 

Por que as crianças não obedecem ao não?

Sou fã da neurocientista Suzana Herculano-Houzel, colunista regular do caderno Equilíbrio, publicado pela Folha de São Paulo, e que durante um tempo teve um quadro no Fantástico chamado NeuroLÓGICA.

Muito antes de estar grávida, ou até de pensar em engravidar, assisti a este vídeo super interessante, onde Suzana explica porque as crianças têm tanta dificuldade em obedecer a ordens iniciadas com a palavra ‘não’. A resposta está no córtex pré-frontal, a parte da frente do cérebro, bem atrás da testa. Entre muitas outras coisas, ela é responsável por impedir que a gente responda a estímulos de forma automática, sem pensar. O problema é que essa parte do cérebro só amadurece na adolescência. E enquanto ela não está madura, a criança responde ao que vê e ouve, fazendo o que dá na telha.

Às vezes até cérebros adultos têm dificuldade de obedecer a um não. E Suzana prova com um teste simples: Não pense em um elefante cor-de-rosa!

Conseguiu?

Aposto que não.

A imagem de um elefante cor-de-rosa é ativada automaticamente no seu cérebro quando você ouve essas palavras.

A dificuldade da criança é parecida. Por isso, a dica da neurocientista é: dê ordens positivas! Não é para deixar de educar nossos filhos, mas em vez de dizer “Não chupe o dedo”, por exemplo, diga “Tire o dedo da boca” (essa ordem específica tem funcionado muito bem aqui em casa!)

As palavras finais de Suzana reafirmam: Você que é adulto pode controlar seu ímpeto de dizer não. Dê ordens positivas e ajude o cérebro da criança a obedecer. 

Vamos tentar?

Autoria de Mari Oliveira

Sou mãe, esposa, filha e irmã off-line.
Tradutora, fã dos Beatles e mãe de primeira viagem on-line.
No dia 13 de maio de 2011, ouvi Maria Betânia cantar e o obstetra repetir: “Você verá que a emoção começa agora”.
Eles estavam certos!