Em 2007, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) analisou 11 marcas de berços disponíveis no mercado brasileiro. Todas foram reprovadas. A partir de então, o insituto decidiu regulamentar o produto.

Já é possível encontrar no Brasil berços com certificação do Inmetro, mas a obrigatoriedade de possuir o selo passa a valer apenas a partir de 2014.

Para ajudar o consumidor a escolher melhor esse tipo de produto, a instituição divulga vídeo com dicas sobre o que observar na hora da compra. Espaço entre o colchão e a grade, rótulos que podem ser arrancados e travas que regulam a altura são alguns dos itens que precisam ser avaliados para evitar acidentes.

Os carrinhos de bebê são outro alvo de investigação do Inmetro.
A instituição publicou na última sexta-feira (22/06), portaria que estabelece os requisitos obrigatórios de segurança para o Programa de Avaliação da Conformidade de carrinhos infantis.

A intenção é também a prevenção de acidentes. Foram avaliadas questões como o cinto, fechamento do carrinho durante o uso, materiais utilizados que possam ser tóxicos, além da estrutura e estabilidade do carrinho.

Os fabricantes terão 18 meses para se adequarem às novas regras.

SERVIÇO:
FONTE: Folhinha

Autoria de Iza Garcia
"Já quis ser 'médica de criança', pipoqueira e costureira. Cursei inglês, italiano, castelhano, mas só falo português. Fiz Direito e Ciência Política, e curto ser blogueira. Desde 11/10/2010 sou "MÃE DA BRUNA" e realizada ao descobrir algo p/ ser a vida inteira".