roteiro-baby-lavar-roupa-shutterstock

Imagem Shutterstock. Cópia não autorizada.

Eu sou muito prática e sempre que me apresentam algo muito complicado de ser feito, logo começo a imaginar que “deve ter um jeito mais fácil de fazer” aquilo.

No entanto, quanto se trata de recém-nascidos, nem sempre é possível ser muito prática.

Cuidar da roupa deles, por exemplo, é trabalhoso, mas alguns cuidados são inevitáveis para evitar irritações ou alergias.

QUANDO:
Sugerimos que todo o enxoval (roupinhas, toalhas, fraldas e lençóis, inclusive) seja lavado até o sétimo mês de gestação.
Isto porque mesmo as roupas novas podem estar com poeira, ácaros e fungos, que afetam a saúde do recém-nascido e podem causar algum desconforto.
Nessa fase, a gestante ainda tem disposição e já deve ficar com tudo preparado se o bebê resolver lhe fazer uma surpresa e chegar antes do tempo previsto.

QUAIS PRODUTOS DEVEM SER USADOS E EVITADOS:
A metodologia de lavagem é simples. Mas é preciso evitar produtos químicos usados em roupas de adultos e até mesmo certos produtos infantis, que devem ser utilizados somente a partir do quarto ou quinto mês, quando a pele do bebê fica mais resistente.
Até o sabão em pó comum ou removedor de manchas deve ser evitado. Além disso, amaciantes e alvejantes se acumulam nas fibras de alguns tecidos podendo ser nocivos para a pele sensível do bebê e causar alergias.
Todo enxoval do recém-nascido deve ser lavado com sabão de coco ou neutro, que tem menos ácido e perfume na composição.
O velho sabão de coco ainda é um dos produtos mais recomendados pelos pediatras, pois não irrita a pele do bebê. Existe sabão de coco em todos os bons supermercados e o produto está disponível na forma líquida, em barra e em pó.
As marcas mais conhecidas são sabão Minuano, Roma e Ola. Entretanto, já existem marcas que produzem sabão para bebê que são dermatologicamente testados, como o Omo Baby (que eu nunca testei), que tem extrato de camomila na composição e possui cheirinho de neném.

PODE LAVAR NA MÁQUINA?
Não há nenhuma contra-indicação em usar a máquina de lavar e muitas máquinas possuem o modo “delicado”, excelente para facilitar a vida da mamãe. Porém, para as peças mais delicadas, é preferível a lavagem à mão.
Outra dica prática e útil para evitar que as roupinhas se danifiquem na lavagem em máquina são os saquinhos que o Roteiro Baby já indicou AQUI.
É importante não juntar a roupa do recém-nascido com as do resto da família, para evitar que a sujeira da roupa dos adultos entre em contato com as peças do bebê.
Como as crianças se sujam muito nos primeiros meses e têm que trocar de roupas algumas vezes por dia, provavelmente o volume de roupinhas a serem lavadas será grande e suficiente para encherem uma máquina.

PARA GUARDAR AS ROUPINHAS LIMPAS ATÉ O BEBÊ NASCER
Para evitar que as roupinhas voltem a ficar empoeiradas até o nascimento do bebê, uma boa dica é guardá-las em saquinhos plásticos limpos.

PARA REMOVER MANCHAS SEM USAR PRODUTOS FORTES
Para remover manchas (como as de cocô) o melhor é retirar o excesso em água corrente, ensaboar com sabão em barra e deixar de molho sob o sol por algumas horas antes de lavar como de costume.
Outra dica muito eficiente para tirar manchas é molhar a mancha com álcool por uns 30 segundos e, depois, jogar água quente sob a mancha.

IMPORTANTE:
O mais importante na lavagem de roupas de bebês é caprichar no enxágue para que não fiquem resquícios dos produtos utilizados no tecido.
A dica principal do Roteiro Baby é deixar as roupinhas limpas e já enxaguadas de molho, por uma hora, em bacia com água limpa, antes de serem colocadas para secar.

ALGUNS SÍMBOLOS IMPORTANTES NO TRATO COM ROUPAS DELICADAS (de bebês):

Autoria de Iza Garcia

“Já quis ser ‘médica de criança’, pipoqueira e costureira. Cursei inglês, italiano, castelhano, mas só falo português. Fiz Direito e Ciência Política, e curto ser blogueira. Desde 11/10/2010 sou “MÃE DA BRUNA” e realizada ao descobrir algo p/ ser a vida inteira”.