Educação, Para a família, Para Bebês, Para Mamães, Superinteressante, TEM que fazer

Aletramento Materno: palestras em Brasília

Há quem defenda que a alfabetização  deve começar em casa, desde os primeiros anos de vida, e não na escola.
A jornalista Kátia Xavier, de Brasília, afirma que bebês estimulados pela alfabetização natural desde recém-nascidos, com um ano de idade, já são capazes de ler palavras e perceber uma frase.
O objetivo do método de alfabetização natural é fazer com que a criança desenvolva a leitura ainda no jardim de infância e o conceito de Aletramento Materno foi criado para abarcar a vontade (dos pais ou das crianças?!) de aprender a ler desde bebê, com brinquedos específicos.
A jornalista Kátia, que escreveu um livro sobre o assunto e ministra cursos sobre o assunto em Brasília, utiliza o método do neurofisiatra Glenn Doman, que escreveu o livro “Como ensinar seu bebê a ler” e a perspectiva do educador e psicólogo L. S. Vygotsky.  São cinco etapas que funcionam desde o início da vida até a alfabetização completa: a primeira é composta por palavras simples; a segunda, por pares de palavras, substantivo e adjetivo; a terceira, por frases; a quarta, sentenças e na quinta etapa a criança lê livros.
Segundo Kátia, o aprendizado deve ser prazeroso, senão a criança perde o interesse. Para chamar a atenção do bebê é fundamental que os pais foquem na repetição, na duração, na intensidade e, principalmente, na novidade da alfabetização natural. “Quanto mais velha for a criança, mais interessante deve ser o método. Um recém- nascido se interessa facilmente, já um bebê de seis meses, fase em que começa a engatinhar, procurará outras novidades. Uma criança de dois anos vai fazer muitas perguntas para ter certeza de que aquela brincadeira será interessante, então a novidade em todas as fases é fundamental”, afirma  Kátia.
Nas palestras que a educadora faz na Biblioteca Demonstrativa de Brasília, na 506/7 Sul, Kátia reserva um tempo para a prática em oficina. Os interessados pagam uma taxa e aprendem a fazer jogos de leitura dinâmica e interativa. A jornalista ainda faz um acompanhamento do desenvolvimento da criança, orientando a mãe em casa, com material personalizado de acordo com a idade.
No site Aletramento Materno (AQUI), tem artigos super interessantes sobre esse assunto. No site, também é possível se cadastrar para recebimento de informações e tem o livro, da autora Kátia Xavier de Azevedo à venda.
PRÓXIMA PALETRA EM BRASÍLIA
Dia 17/12 (sábado), a partir das 10h
Local: Biblioteca Demonstrativa de Brasília (Av. W3 Sul – 506/507). 
Consultar valor do ingresso (e-mail ou telefene): pré-inscrição por telefone. Vagas limitadas. 
Informações: 9931-5080 (Vivo) 8197-8450 (Tim), com Kátia Xavier. 

  1. Luiz Antônio

    13 de dezembro de 2011 at 16:36

    Eu comprei esse livro e foi uma grande decepção. Imaginei que ensinaria técnicas para o aletramento mas se limita a fazer um contexto historico das pesquisas e tentar provar a importancia do estudo, citando as teorias de especialisatas da área. Não descreve como a técnica é feita.
    Talvez para um profissional da área basear seus estudos para uma pesquisa posterior sirva, mas para uma mamãe que se interessa em ensinar seu filhote, não.

Deixe uma resposta para Luiz Antônio Cancelar resposta