Eu disse aqui, que os berços terão certificação do Inmetro a partir de 2012.
E hoje, quero compartilhar com vocês a dica que eu gostaria de ter ouvido antes de comprar o berço da minha filha.
DICA: verifiquem se o modelo escolhido descerá, no mínimo, 60 centímetros quando for preciso fazê-lo para evitar que a criança que já fique em pé caia do berço.
Eu, por exemplo, escolhi um berço que não vira cama. Achei que isso era desnecessário, já que no quarto da minha filha, já tem cama “da babá” modelo bicama.
Errei feio e me arrependi.
O berço que não vira cama, geralmente, também não abaixa muito quando precisamos. Ainda que eu não precisasse tranformá-lo em cama, eu gostaria que o estrado descesse o mais profundamente possível, tal como a altura de uma cama, para evitar que a minha filha, que já fica em pé no berço desde os 10 meses, caia dele.
Resultado: o berço, comprado para durar, no mínimo 2 anos, lá em casa só durou 10 meses!
Que venham as regras do Inmetro para evitar que “mães de primeira viagem” façam compras erradas como essa minha!
IMPORTANTE: vejam aqui mais dicas importantes para a escolha do berço ideal.  

Autoria de Dhemes Andersen