Ainda dá tempo de conferir o SESC Festclown, que está em Brasília desde o dia 04/05 (4ª-feira) e que ficará por aqui até o dia 08/05 (domingo).
Como um circo itinerante que leva alegria por onde passa, a 9ª Edição do evento promete ter trazido, na bagagem, muita risada e descontração, para bater recorde de público, já que a expectativa é de que 25 mil pessoas passem pelos teatros e arenas do festival.
Além de trazer cultura, diversão e lazer para a população do DF, esse Festival Internacional de Palhaços desempenha um importante papel na formação dos artistas. “Como forma de democratização e de valorização de novos talentos, o SESC abre espaço para que grupos interessados, locais ou de outros países, participem”, explica Rogero Torquato, assistente de cultura do SESC-DF.
O SESC Festclown é considerado um dos mais importantes festivais de palhaços e circo do país. Anualmente atrai milhares de expectadores interessados em reviver um pouco da arte do clown. Foi criado em 2003, com o objetivo de divulgar o trabalho de palhaços e grupos da cidade, além de promover um ambiente de intercâmbio de experiências e técnicas.

Esse ano, como novidade, o SESC apresentará muitas peças na área externa, em duas arenas que serão montadas. Além disso, grupos e companhias circenses nacionais e internacionais vão se reunir para levar ao público muita descontração e gargalhadas: entre eles artistas da França, Chile, Argentina, Colômbia, Peru, Uruguai e Brasil, Rio de Janeiro, São Paulo. Um dos destaques desta edição é o Talharim, considerado um dos mais tradicionais e melhores palhaços do mundo, com seu jeito clássico e cheio de musicalidade.

Todos os espetáculos são gratuitos e os convites serão distribuídos duas horas antes.

FONTE: SESC/DF

Autoria de Dhemes Andersen