Dizem que parece coleira de cachorro, mas é uma mochila com alça, que prende a criança à mãe.
A cena, cada dia mais comum no Brasil, gera olhares curiosos e tortos.
Eu acho a polêmica sobre o assunto desnecessária e acredito que nenhuma mãe use o acessório só para ficar com as mãos livres para coçar a cabeça…
Penso que a maioria dos pais a favor do produto o utilizam por uma questão de segurança e nas ocasiões em que precisam realmente evitar que as crianças se percam em meio a multidões ou corram outros riscos.

A mochila-coleira é usada há décadas nos EUA, na Europa e no Japão mas, no Brasil, passou a ser vendida há cerca de três anos.
Gosto muito dos modelos que lembram bichinhos de pelúcia, já que colaboram para as crianças se distraírem e se divertirem durante os passeios e ainda servem para guardar coisinhas.
O produto é confortável e pode ser usado bastante tempo, já que é preso ao corpo da criança através de alças e faixas reguláveis.
Assim que minha filha começar a andar, vou atrás de um modelo bonitinho pra ela. Mas, desde já, gosto da idéia de desfrutar da tranquilidade de saber que ela estará literalmente ligada a mim em lugares públicos que ofereçam perigos para crianças
SERVIÇOS:
No Brasil, o produto custa aproxiamanda R$75 e pode ser encontrado nas lojas virtuais:
 Anjo da Guarda
 Mariela Baby.

Autoria de Dhemes Andersen